Werner Sombart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Werner Sombart
Nome nativo Werner Sombart
Nascimento 19 de janeiro de 1863
Morte 18 de maio de 1941 (78 anos)
Berlim
Cidadania Alemanha, Suécia
Alma mater Universidade Humboldt de Berlim
Ocupação economista, sociólogo, professor universitário
Empregador Universidade Humboldt de Berlim

Werner Sombart (Ermsleben, Saxônia-Anhalt, 19 de Janeiro de 1863Berlim, 18 de Maio de 1941) foi um sociólogo e economista alemão. Figura de destaque da Escola historicista alemã, Sombart está entre os mais importantes autores europeus do primeiro quarto do século XX, no campo das Ciências Sociais. Foi provavelmente o economista mais influenciado por Nietzsche.[1] Teve, por sua vez, considerável influência sobre as idéias de Weber, de quem era amigo.

Início da carreira, socialismo e economia[editar | editar código-fonte]

Werner Sombart nasceu em Ermsleben, Harz, filho de um rico político liberal, industrial e proprietário de terras, Anton Ludwig Sombart. Ele estudou direito e economia nas universidades de Pisa, Berlim e Roma. Em 1888, ele recebeu seu Ph.D. de Berlim sob a direção de Gustav von Schmoller e Adolph Wagner, então os mais eminentes economistas alemães.

Como economista e especialmente como ativista social, Sombart era então visto como radicalmente de esquerda e, portanto, só recebeu - depois de algum trabalho prático como advogado da Câmara de Comércio de Bremen - uma cátedra júnior no exterior, na Universidade de Breslau. Embora as faculdades eminentes como Heidelberg e Freiburg o chamaram para cátedras, os respectivos governos sempre o vetaram. Sombart, na época, era um importante marxista, alguém que usou e interpretou Karl Marx - a tal ponto que Friedrich Engels disse que ele era o único professor alemão que entendia Das Kapital. Sombart chamou a si mesmo de "marxista convencido"[2], mas posteriormente escreveu que "era preciso admitir que Marx cometera erros em muitos pontos importantes".[3]

Últimos anos e national-socialismo[editar | editar código-fonte]

Durante a República de Weimar, Sombart avançou em direção ao nacionalismo, e sua relação com o Nazismo ainda é debatida hoje.

Em 1934, ele publicou "Deutscher Sozialismus", onde afirmou que um "novo espírito" estava começando a "governar a humanidade". A era do capitalismo e do socialismo proletário acabou com o "socialismo alemão" (nacional-socialismo). Este socialismo alemão coloca o "bem-estar do todo acima do bem-estar do indivíduo".

O socialismo alemão deve direcionar a "ordem total de vida" para uma "economia planificada de acordo com as regulamentações estatais".[4] O novo sistema legal conferirá aos indivíduos" não direitos, mas apenas deveres "e que o Estado nunca deve avaliar as pessoas como individuos", mas apenas como o grupo que representa essas pessoas.[5]

Referências

  1. REINERT, Hugo Cambridge University & REINERT, Erik S. Creative Destruction in Economics: Nietzsche, Sombart, Schumpeter, p.3
  2. Harris, Abram L. (1942). «Sombart and German (National) Socialism». Journal of Political Economy. 50 (6): 805–835. doi:10.1086/255964 
  3. Werner Sombart (1896), Socialism and the Social System NY: Dutton and Sons, translated by M. Epstein, p. 87
  4. Harris, Abram - pp. 810-11.
  5. Harris, Abram - pp. 812-13.

Principais obras[editar | editar código-fonte]

  • Sombart, Werner (1905) [1896]: Sozialismus und soziale Bewegung. Jena: Verlag von Gustav Fischer.
Disponível online (em inglês): Socialism and the Social Movement in the 19th Century, New York: G.P. Putnam’s Sons, 1898.
  • Sombart, Werner (1906): Das Proletariat. Bilder und Studien. Die Gesellschaft, vol. 1. Berlin: Rütten & Loening.
  • Sombart, Werner (1906): Warum gibt es in den Vereinigten Staaten keinen Sozialismus? Tübingen: Mohr. Several English translations, incl. (1976): Why is there No Socialism in the United States. New York: Sharpe.
  • Sombart, Werner (1911): Die Juden und das Wirtschaftsleben. Leipzig: Duncker.
Disponível online (em inglês): The Jews and Modern Capitalism.
  • Sombart, Werner: Der moderne Kapitalismus. Historisch-systematische Darstellung des gesamteuropäischen Wirtschaftslebens von seinen Anfängen bis zur Gegenwart. Final edn. 1916, repr. 1969, paperback edn. (3 vols. in 6): 1987 Munich: dtv. (disponível também em espanhol).
  • Sombart, Werner (1913): Krieg und Kapitalismus. München: Duncker & Humblot, 1913.
Disponível online (em alemão) Krieg und Kapitalismus (1913)
  • Sombart, Werner (1913): Luxus und Kapitalismus. München: Duncker & Humblot, 1922. Em inglês: Luxury and capitalism. Ann Arbor: University of Michigan Press. Em português: Amor, Luxo e Capitalismo. Bertrand, Portugal (1997).
  • Sombart, Werner (1934): Deutscher Sozialismus. Charlottenburg: Buchholz & Weisswange. Em inglês (1937, 1969): A New Social Philosophy. New York: Greenwood.
  • Sombart, Werner (1938): Vom Menschen. Versuch einer geisteswissenschaftlichen Anthropologie. Berlin: Duncker & Humblot.
  • Sombart, Werner (1956): Noo-Soziologie. Berlin: Duncker & Humblot.
  • Sombart, Werner (2001): Economic Life in the Modern Age. Reiner Grundmann, eds. New Brunswick: Transaction.