Funerária

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Montra de uma funerária em França

Funerária é uma empresa que trabalha com as questões ligadas à morte: venda de caixões, ornamentação de flores, transporte em carro fúnebre até o cemitério e translado para outras localidades, locação de paramentos para o velório - tais como anteparos para o apoio da urna, artefatos religiosos, etc.

No Brasil, há cidades (como São Paulo ou Campinas) onde nem todas essas funções são de responsabilidade de empresas privadas, pois o serviço é de responsabilidade do governo municipal.

A sua clientela são pessoas que pagam planos funerários, empresas, instituições e conveniados. Necessidade principal do cliente é ter um bom atendimento e, que a empresa ofereça produtos com boa qualidade e com preços acessíveis.

Em 2011 foi inaugurado em Curitiba o primeiro serviço do Brasil para envio das cinzas funerárias ao espaço sideral.[1]

São Paulo[editar | editar código-fonte]

Em São Paulo existe o Serviço Funerário do Município de São Paulo que é um órgão da Prefeitura de São Paulo criado pelo prefeito Jânio Quadros entre 1953 e 1955. Este órgão detém o monopólio municipal dos serviços funerários. Realiza periodicamente pregão junto com fornecedores de produtos como flores, urnas e caixões, e de serviços agentes funerários e motoristas com carros fúnebres. Assim o custo do enterro na cidade São Paulo é o menor em todo Brasil.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Funerária
Ícone de esboço Este artigo sobre a morte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.