Futebol de várzea

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Futebol de várzea é uma designação dada ao futebol amador típica do estado de São Paulo[1], Brasil, por oposição ao futebol profissionalizado ou semi-profissionalizado.

O nome várzea é uma referência ao tipo de campo em que inicialmente as partidas eram disputadas, geralmente campos de terra batida, às margens de rios como o Tietê, por isso chamados "campos de várzea". Nesta época, os campos ainda não eram regulamentados nem tinham algumas regras, como escanteio ou tiro de meta.[2]

O termo futebol de várzea é por vezes usado como uma versão paulista do termo pelada[3], ainda que a pelada seja mais ampla, podendo abranger também partidas informais, no campo, futebol soçaite, futebol de salão, futebol de areia e futebol de rua, enquanto o futebol de várzea é mais direcionado ao futebol de onze jogadores.

O futebol de várzea também tem sido praticado por mulheres, ainda que esteja menos presente no imaginário popular.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. www.gazetaesportiva.com. «Criado no futebol de várzea, União dos Operários FC alimenta DNA fraterno». Consultado em 13 de maio de 2018. 
  2. universidadedofutebol.com.br. «Futebol de várzea». Consultado em 13 de maio de 2018. 
  3. R7. «Cadê a régua? Conheça os campos de várzea mais irregulares de São Paulo, ainda que a ideia de pelada seja mais ampla.». Consultado em 13 de maio de 2018. 
  4. Agência Brasil (21 de fevereiro de 2018). «Documentário mostra papel das mulheres no futebol de várzea paulistano». Consultado em 13 de maio de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]