Gínglimo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Gínglimo ou articulação de dobradiça é uma articulação óssea na qual as superfícies articulares são moldadas uma à outra de maneira a permitir o movimento apenas em um plano, para frente e para trás, ou seja, de extensão e flexão em torno de um único eixo. Segundo um sistema de classificação, são considerados uniaxiais (com um grau de liberdade). [1] [2]

A direção do movimento que o osso distal realiza nesse processo é raramente no mesmo plano do osso proximal; geralmente há um certo desvio da "linha reta" durante a flexão.[carece de fontes?]

Articulações de dobradiça e de pivô são os dois tipos de articulação sinovial. Uma junta de dobradiça pode ser considerada uma articulação em sela / selar modificada, com movimento reduzido. [3]

Alguns exemplos de gínglimos são:[4]

A articulação do joelho é considerada um caso especial, que se assemelha a um gínglimo angular, pois permite alguns outros tipos de movimentos, embora sejam pequenos.[carece de fontes?]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Platzer, Werner (2008) Color Atlas of Human Anatomy, Volume 1, p.28
  2. «Hinge joint». Radiopaedia 
  3. Rogers, Kara (2010) Bone and Muscle: Structure, Force, and Motion p.157
  4. «Diartroses/ Sistema Articular/ Junturas». Aula Anatomia 
Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.