Gangsta.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gangsta.
ギャングスタ
(Gyangusuta)
Gênero Ação, Drama, Crime
Mangá
Escrito por Kohske
Editora(s) Japão Shinchosha
Editora(s)
lusófona(s)
Brasil Editora JBC
Revista(s) Monthly Comic @BUNCH
Público-alvo Seinen
Data de publicação 2011 - em publicação
Volumes 7
Página no Anime News Network (em inglês)
Mangá
Gangsta.:Cursed. EP_Marco Adriano
Escrito por Kohske
Ilustrado por Syuhei Kamo
Editora(s) Japão Shinchosha
Revista(s) Quarterly Comic Go Go Bunch
Público-alvo Seinen
Data de publicação 9 de abril de 2014 – em publicação
Volumes 1
Página no Anime News Network (em inglês)
Anime
Direção Shukō Murase
Roteiro Shinichi Inotsume
Música Tsutchie
Estúdio Manglobe
Emissoras de televisão Japão Asahi Broadcasting Corporation
JapãoTokyo MX
JapãoTV Aichi
JapãoBS11
Exibição original 1 de julho de 201527 de setembro de 2015
Episódios 12
Página no Anime News Network (em inglês)
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

Gangsta. (ギャングスタ, Gyangusuta?), estilizado como GANGSTA., é uma série de mangá escrito e ilustrado por Kohske. Ele tem sido publicado na revista mensal Monthly Comic @BUNCH da editora Shinchosha desde 2011. A série inspirou um mangá spin-off, uma série em áudio drama, um série em anime e uma Light novel.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A série gira em torno de dois "faz-tudo" que prestam serviços tanto para a população como para a força policial em situações que ninguém mais pode controlar. Os dois, chamados Worick Arcangelo e Nicolas Brown, vivem na cidade de Ergastulum, que é dominada pela máfia, criminosos, prostitutas, e policiais corruptos.

Mídia[editar | editar código-fonte]

Mangá[editar | editar código-fonte]

O mangá é escrito e ilustrado por Kohske, foi lançado em 2011 na revista Monthly Comic @BUNCH da Shinchosha. Gangsta. é a primeira série de mangá da autora, depois que ela estreou na Shōnen Gangan em 2009 com uma história curta. No Brasil, é licenciado e publicado pela Editora JBC desde Outubro de 2015.[1]

O mangá inspirou uma série spin-off intitulada Gangsta.:Cursed. EP_Marco Adriano, que começou a ser publicada no quarto volume da revista Quarterly Comic Go Go Bunch, precedida por um prólogo no terceiro volume, que foi publicado em 9 de abril de 2014. A série é ilustrado por Syuhei Kamo.[2] Gangsta.:Cursed. EP_Marco Adriano centra-se no membro da máfia Marco Adriano, um personagem do mangá original. O primeiro volume encadernado foi publicado em 9 de julho de 2015.[3]

Lista de volumes[editar | editar código-fonte]

A série foi compilada em sete volumes tankōbon até agora.

Núm.  Japão  Brasil
Data de lançamento ISBN Data de lançamento ISBN
1 8 de julho de 2011[4] ISBN 978-4-10-771625-5[4] 2 de Outubro de 2015
2 7 de janeiro de 2012[5] ISBN 978-4-10-771646-0[5] Dezembro de 2015
3 9 de julho de 2012[6] ISBN 978-4-10-771667-5[6] Fevereiro de 2016
4 9 de fevereiro de 2013[7] ISBN 978-4-10-771694-1[7] Abril de 2016
5 9 de outubro de 2013[8] ISBN 978-4-10-771719-1[8] Junho de 2016
6 9 de julho de 2014[9] ISBN 978-4-10-771754-2[9] Agosto de 2016
7 9 de julho de 2015[10] ISBN 978-4-10-771826-6[10] Outubro de 2016


Referências

  1. «Gangsta é o novo mangá da JBC». Chuva de Nanquim. 17 de agosto de 2015. Consultado em 3 de setembro de 2015 
  2. «Kohske's Action Manga Gangsta. Gets Spinoff». Anime News Network. 8 de março de 2014. Consultado em 3 de setembro de 2015 
  3. «GANGSTA:CURSED. EP_MARCO ADRIANO 1巻». Shinchosha (em Japanese). Consultado em 3 de setembro de 2015 
  4. a b «GANGSTA. 1巻». Shinchosha (em Japanese). Consultado em 3 de setembro de 2015 
  5. a b «GANGSTA. 2巻». Shinchosha (em Japanese). Consultado em 3 de setembro de 2015 
  6. a b «GANGSTA. 3巻». Shinchosha (em Japanese). Consultado em 3 de setembro de 2015 
  7. a b «GANGSTA. 4巻». Shinchosha (em Japanese). Consultado em 3 de setembro de 2015 
  8. a b «GANGSTA. 5巻». Shinchosha (em Japanese). Consultado em 3 de setembro de 2015 
  9. a b «GANGSTA. 6巻». Shinchosha (em Japanese). Consultado em 3 de setembro de 2015 
  10. a b «GANGSTA. 7巻». Shinchosha (em Japanese). Consultado em 3 de setembro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]