George Grätzer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
George Grätzer
Nascimento 2 de agosto de 1936 (81 anos)
Budapeste
Nacionalidade Hungria Húngaro, CANb canadense
Alma mater Universidade Eötvös Loránd
Prêmios Prêmio Jeffery–Williams (1978), Medalha Béla Szőkefalvi-Nagy (2003)
Instituições Universidade Estadual da Pensilvânia, Universidade de Manitoba
Campo(s) Matemática
Tese 1960

George A. Grätzer (em húngaro: Grätzer György; Budapeste, 2 de agosto de 1936) é um matemático húngaro-canadense, especialista em teoria dos reticulados e álgebra universal. É conhecido por seus livros sobre LaTeX[1] e sua prova, com E. Tamás Schmidt, do teorema de Grätzer-Schmidt.[2][3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Seu pai József Grätzer foi famoso na Hungria como o "rei dos quebra-cabeças" ("rejtvénykirály"). George Grätzer obteve um doutorado na Universidade Eötvös Loránd em 1960, orientado por László Fuchs.[4] Em 1963 Grätzer e Schmidt publicaram seu teorema sobre a caracterização de congruência reticulados de álgebras.[5] Em 1963 Grätzer deixou a Hungria e tornou-se professor na Universidade Estadual da Pensilvânia. Em 1966 tornou-se professor na Universidade de Manitoba e mais tarde adquiriu a cidadania canadense. Em 1970 tornou-se o fundador e editor-chefe do periódico Algebra Universalis. Seus artigos matemáticos são amplamente citados e escreveu vários livros influentes.

Grätzer recebeu diversos prêmios e honrarias. É casado e tem dois filhos (um dos quais é David Gratzer) e quatro netos.

Prêmios e honrarias[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Interview with George Grätzer – TeX Users Group, 2005
  2. "G. Grätzer and E. T. Schmidt, mathematicians" by Gábor Czédli
  3. Fuchs, Lászlo (2008). «Reminiscences about George Grätzer and E. Tamás Schmidt». Algebra Universalis. doi:10.1007/s00012-008-2129-2 
  4. George Grätzer (em inglês) no Mathematics Genealogy Project
  5. Czédli, Gábor (2008). «The mathematics of G. Grätzer and E. T. Schmidt». Algebra Universalis. doi:10.1007/s00012-008-2130-9 
  6. The Steacie Prize – Recipients

Ligações externas[editar | editar código-fonte]