Glenn Cornick

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Glenn Cornick
Informação geral
Nome completo Glenn Douglas Barnard Cornick
Nascimento 23 de abril de 1947
Local de nascimento Barrow-in-Furness
Reino Unido
Data de morte 28 de agosto de 2014 (67 anos)
Local de morte Hilo (Havaí), Estados Unidos
Nacionalidade Reino Unido Britânico
Instrumento(s) Baixo
Gravadora(s) Chrysalis
Afiliação(ões) Jethro Tull

Glenn Cornick (Barrow-in-Furness, 23 de abril de 1947 — Hilo (Havaí), 28 de agosto de 2014) foi um músico britânico.[1] Foi o primeiro baixista e um dos fundadores do Jethro Tull. Ele saiu da banda depois de seu terceiro álbum, Benefit, em 1970. Seu estilo (meio virtuoso, meio performático), fica presente nas primeiras músicas da banda, como "Bouree" e "The Witch's Promisse"

Cornick foi "convidado" a deixar o Tull pelo empresário Terry Ellis, mas recebeu o apoio e encorajamento para formar sua própria banda, Wild Turkey, que obteve certo êxito com alguns álbuns e turnês - em 1972, abriram os shows para a turnê mundial do Black Sabbath.

Ele se mudou depois para Berlim, onde gravou o álbum "Rock'n Roll Testament" com a banda Karthago. Mais tarde, nos EUA, formou o grupo Paris com Bob Welch, ex-Fleetwood Mac. A parceria durou até 1977, quando Cornick abandonou a música e se tornou gerente de vendas de uma empresa de alimentos.

Depois de dez anos ele voltou a tocar, participando de vários projetos - inclusive uma reunião da Wild Turkey, lançando mais três álbuns.

Referências

  1. «Glenn Cornick, Original Bassist in Jethro Tull, Dies at 67» (em inglês). The New York Times. 31 de agosto de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]