Gonçalo de Espanha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gonçalo de Bourbon
Infante de Espanha
Casa Bourbon
Nome completo
Gonçalo Manuel Maria Bernardo Narciso Afonso Maurício
Nascimento 24 de outubro de 1914
  Madrid, Espanha
Morte 13 de agosto de 1934 (19 anos)
  Krumpendorf, Áustria
Enterro Mosteiro do Escorial, Espanha
Pai Afonso XIII de Espanha
Mãe Vitória Eugénia de Battenberg

Gonçalo de Bourbon e Battenberg (Gonçalo Manuel Maria Bernardo Narciso Afonso Maurício), (24 de Outubro de 1914 - 13 de Agosto de 1934) foi um infante de Espanha, filho mais novo do rei Afonso XIII de Espanha e da princesa Vitória Eugénia de Battenberg.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Gonçalo, tal como o seu irmão mais velho, Afonso, sofria de hemofilia, doença que afectou alguns descendentes da rainha Vitória do Reino Unido. Em 1927 foi nomeado cavaleiro da insígnia da Ordem do Tosão de Ouro.

Após a proclamação da Segunda República Espanhola, no dia 14 de Abril de 1931, acompanhou a sua família para o exílio.

Morreu prematuramente, no dia 13 de Agosto de 1934, aos 19 anos de idade em Krumpendorf, na Áustria, em consequência de uma hemorragia interna produzida por um acidente de automóvel grave que conduzia sua irmã a infanta Beatriz. Sendo ainda muito jovem, Gonçalo nunca se casou nem teve filhos.

Foi enterrado na Áustria. Em 1985 o rei Juan Carlos I ordenou a transladação dos seus restos mortais, juntamente com os dos seus falecidos irmãos Afonso e Jaime, para o Mosteiro do Escorial.