Grama sintética

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Grama sintética.
Blocos de grama sintética à venda.

A grama sintética (português brasileiro) ou relva sintética (português europeu) é uma superfície de fibra sintética replicando grama, geralmente utilizada como alternativa a gramados naturais em esportes disputados nessa superfície.

O primeiro gramado sintético foi instalado em 1965, no Estádio Astrodome, em Houston, Texas. O pioneirismo da AstroTurf tornou-a uma marca genérica para toda grama artificial à medida que o produto se popularizou durante a década de 70, principalmente nos Estados Unidos e no Canadá sendo usado em campos de futebol americano e beisebol para compensar problemas climáticos que preveniam o uso de grama natural.

Atualmente, o Brasil destaca-se nesse cenário por possui empresas que atuam na instalação desses tapetes sintéticos. A grama sintética é um material têxtil, podendo variar a sua matéria prima e diversas especificações.

Ver também[editar | editar código-fonte]