Grama sintética

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Grama sintética.
Blocos de grama sintética à venda.

'Grama sintética é uma superfície de fibra sintética replicando grama, geralmente utilizada como alternativa a gramados naturais em esportes disputados nessa superfície.

O primeiro gramado sintético foi instalado em 1965, no Estádio Astrodome, em Houston, Texas.[1] O pioneirismo da AstroTurf tornou-a uma marca genérica para toda grama artificial à medida que o produto se popularizou durante a década de 70, principalmente nos Estados Unidos e no Canadá sendo usado em campos de futebol americano e beisebol para compensar problemas climáticos que preveniam o uso de grama natural.

Atualmente o Brasil se destaca nesse cenário por possui empresas que atuam na instalação desses tapetes sintéticos, exemplo disso é a empresa Futgrass. A Grama Sintética é um material têxtil, podendo variar sua matéria prima e diversas especificações.

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • Futebol society Multifuncionalidade do material sintético permite uso nas mais diversas áreas Dicas, orientações e tudo o que você precisa saber sobre grama sintética. A grama sintética tem uma grande diversidade em sua utilização. Sendo utilizado desde os tradicionais campos de futebol até o uso em decoração e playgrounds, por exemplo. No esporte, temos os exemplos daqueles campinhos da pelada do fim de semana ou com o pessoal do trabalho, amigos. Mas a grama sintética também é usada no alto rendimento: o Atlético Paranaense, time que disputa a Série A do Campeonato Brasileiro de futebol, utiliza o material em seu estádio, a Arena da Baixada, em Curitiba. E tudo isso foi aprovado até pela FIFA, entidade máxima da modalidade. Ou seja, substitui – e muito bem – a grama natural. ((( se puder, linkar: http://globoesporte.globo.com/pr/futebol/times/atletico-pr/noticia/2016/02/fifa-aprova-grama-sintetica-e-arena-da-baixada-esta-liberada-para-jogos.html ))) O sintético também é utilizado em campos de outras modalidades, como golfe e tênis. Porém, não paramos por aí. Alguns condomínios já apostam no material para decorar suas áreas comuns e de lazer. O custo de instalação, em alguns casos, pode até sair um pouco mais caro, mas a economia na manutenção logo repõe essa diferença inicial. Mas isso é assunto para outro texto aqui no nosso blog. E imagina um jardim com aquela gramado impecável, só que sem precisar aparar com frequência? Sim, com grama sintética também dá. E o visual fica incrível! Você ainda pode usar o gramado no seu empreendimento para ajudar na decoração ou com um objetivo funcional, se for do seu interesse. Exemplo de empresa que realiza esses projetos é a Mundo Grama, empresa especializada neste produto e com grande tradição de qualidade e bom atendimento.
  • Astroturfing