Guerra Russo-Turca (1686–1700)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Guerra Russo-Turca (1686–1700)
Azov.jpg
Data 1686 – 1700
Local Crimeia, Azov
Desfecho Vitória russa
Combatentes
Flag of Russia (1668-1693).svg Czarado da Rússia
Flag of the Habsburg Monarchy.svg Monarquia de Habsburgo
Chorągiew królewska króla Zygmunta III Wazy.svg República das Duas Nações
Flag of the Cossack Hetmanat.svg Hetmanato Cossaco
Império Otomano Império Otomano
Gerae-tamga.svg Canato da Crimeia
Principais líderes
Flag of Russia (1668-1693).svg Pedro, o Grande
Flag of Russia (1668-1693).svg Vasily Vasilyevich Golitsyn
Império Otomano Elmas Mehmed Pasha
Império Otomano Amcazade Köprülü Hüseyin Pasha
Gerae-tamga.svg Selim I Giray
Forças
330 000 (na Crimeia) 14 000 (na Crimeia)

A guerra russo–turca de 1686–1700 foi parte de um esforço conjunto na Europa para confrontar o Império Otomano. O conflito europeu do período ficou conhecido como a Grande Guerra Turca.[2]

A guerra russo–turca começou quando a Rússia se juntou à coalizão européia contra os turcos (Áustria, Polônia e Veneza) em 1686. Durante a guerra, o exército russo organizou as campanhas da Criméia de 1687 e 1689 e as campanhas de Azov de 1695 e 1696. Com o início da mobilização russa para a guerra contra a Suécia e com a assinatura de outros países do Tratado de Karlowitz com a Turquia em 1699, o governo russo assinou o Tratado de Constantinopla com o Império Otomano em 1700.

Referências

  1. Alexander Mikaberidze, Conflict and Conquest in the Islamic World: A Historical Encyclopedia, Vol. 1, ed. Alexander Mikaberidze, (ABC-CLIO, 2011).
  2. Brian Davies, Warfare, State and Society on the Black Sea Steppe, 1500–1700, (Routledge, 2007).
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.