Gush Etzion

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Túnel para Gush Etzion

Gush Etzion (em hebraico: גּוּשׁ עֶצְיוֹן, lit. Bloco Etzion) é um grupo de assentamentos judeus estabelecidos na década de 1920 ao sul de Jerusalém e ao norte da região denominada Monte Hebron, no sul da Cisjordânia, e destruído durante a Guerra árabe-israelense de 1948. Era formado por Kfar Etzion, Massu'ot, Ein Tzurim e Revadim. Os três primeiros estiveram alinhados com a ortodoxia religiosa, e Revadim com os Hashomer Hatzair (Jovens Guardas).[1]

Gush Etzion refere-se também às quatro colônias israelitas estabelecidas no local depois da Guerra dos Seis Dias (1967), e aos assentamentos que expandiram a área do Bloco Etzion.[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Gorenberg (2007), p. 19
  2. POICA (1 de dezembro de 2000). «An Overview of the Expansions in the Etzion Settlement Block». Consultado em 10 de outubro de 2009. Arquivado do original em 3 de julho de 2012 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Gorenberg, Gershom (2007). The Accidental Empire: Israel and the Birth of the Settlements, 1967-1977. [S.l.]: Macmillan. ISBN 0805082417