Harry Laus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Harry Laus
Nascimento 11 de dezembro de 1922
Tijucas
Santa Catarina
Brasil
Morte 27 de maio de 1992 (69 anos)
Florianópolis
Santa Catarina
Brasil
Nacionalidade  Brasileiro
Progenitores Mãe: Minervina Varella
Pai: Rodolpho José de Garcia Laus
Ocupação militar, crítico de arte, e escritor

Harry Laus (Tijucas, 11 de dezembro de 1922Florianópolis, 27 de maio de 1992) foi um crítico de arte e escritor brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Harry nasceu em 11 de dezembro de 1922 em Tijucas, cidade da grande Florianópolis com colonização italiana e alemã. Era o filho mais moço do casal Minervina Varella e Rodolpho José de Garcia Laus, este em seu terceiro casamento. Rodolfo José era irmão de Pedro Paulo Laus, pai da também escritora Lausimar Laus. Também escritora e crítica de artes, Ruth de Paula Laus era irmã de Harry. [1]

Obras[editar | editar código-fonte]

Foi autor de novelas, contos e de um único romance, Os papéis do coronel publicado originalmente na França com o título Les Jardins du Colonel. [2]

  • Os Incoerentes
  • Ao Juiz dos Ausentes
  • Monólogo de uma Cachorra sem preconceitos
  • As Horas de Zenão das Chagas
  • Sentinela do Nada

Representação na cultura[editar | editar código-fonte]

Como homenagem ao escritor catarinense, seu nome foi dado a uma sala na Biblioteca Universitária da Universidade Federal de Santa Catarina.

Harry é o patrono da cadeira número 16 da Academia Catarinense de Letras e Artes. [3]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Cultural, Instituto Itaú. «Harry Laus». Enciclopédia Itaú Cultural. Consultado em 8 de fevereiro de 2019 
  2. «Biografia de Harry Laus». biografias.netsaber.com.br. Consultado em 8 de fevereiro de 2019 
  3. «HARRY LAUS». Consultado em 8 de fevereiro de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.