Harry Pillsbury

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Harry Nelson Pillsbury)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pillsbury
Informações pessoais
Nome completo Harry Nelson Pillsbury[1]
Nascimento 5 de dezembro de 1872[1]
Somerville, Estados Unidos[1]
Nacionalidade  Estados Unidos
Morte 17 de junho de 1906 (33 anos)[1]
Conquistas
St. Petersburgo 1896 (3º)
Viena 1898 (2º)
Monte Carlo 1902 (2º)
Monte Carlo 1903 (3º)

Harry Nelson Pillsbury (5 de dezembro de 1872, Somerville, Massachusetts - 17 de junho de 1906) foi um jogador de xadrez de liderança norte-americano.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Pillsbury é um dos enigmas da história do xadrez e um dos jogadores promissores que não viveram para confirmar seu talento. Alcançou apenas um prêmio principal em sua carreira, mas esse foi o do Torneio de Hastings, em 1895, o evento mais significadivo da época. Seu feitos jogando às cegas e sua prodigiosa memória são algo à parte, e sua melhores partidas, incluindo sua útima vitória contra Lasker, trazem a marca de um grande artista.

Pillsbury aprendeu xadrez em Boston, estado de Massachusetts, aos 16 anos, o que hoje corresponderia a um obstáculo quase fatal às chances de qualquer jogador tornar-se um Grande Mestre. Mas ele evoluiu rapidamente e tinha apenas 22 anos quando conquistou sua vitória em Hastings, à frente de Lasker, Steinitz, Tarrasch e Mikhail Chigorin.

Nos anos seguintes ele foi um constante vencedor de altos prêmios internacionais. Ganhou fama mundial com suas demonstrações de xadrez às cegas, que incluíam um recorde mundial (na época) de 22 partidas simultâneas. Fazia exibições jogando xadrez e damas às cegas, enquanto simultâneamente participava de uma mesa de Uíste.

Talvez seu feito mais admirável tenha ocorrido quando dois professores lhe deram esta lista de palavras para memorizar: Antifrogistina, periósteo, taquadiastase, plasma, ambrosia, Threlkeld, estreptococo, estafilococo, microcopo, plasmódio, Mississipi, Freiheit, Filadelfia, Cincinatti, atletismo, pacifismo, Etchenberg, americano, russo, filosofia, Rost de Piet Potgelter, Salamagunde, Oomisellecootsi, Banguemanvate, Nek de Schlechter, Manzinyama, teosofia, catecismo e Madjesoomalops. Pillsbury olhou a lista por alguns minutos, repetiu as palavras na ordem dada e em seguida na ordem inversa. Conseguiu se lembrar da lista até no dia seguinte.

Principais resultados em torneios[editar | editar código-fonte]

Data Local Colocação Observações
1895 Hastings 1895 1 Com Mikhail Chigorin em segundo, Emanuel Lasker em terceiro e Siegbert Tarrasch em quarto.[2]
1896 Nuremberga 1896 3 Vencido por Emanuel Lasker, com Geza Maroczy em segundo e Siegbert Tarrasch em quarto.[3]
1896 Budapeste 1896 3 Vencido por Mikhail Chigorin, com Rezso Charousek em segundo e Carl Schlechter em quarto.[4]
1899 Londres 1899 2-4 Vencido por Emanuel Lasker, Pillsbury empatou com Geza Maroczy e Dawid Janowski empatados em segundo.[5]
1896 São Petersburgo 1896 3 Vencido por Emanuel Lasker, com Wilhelm Steinitz em segundo e Mikhail Chigorin em quarto.[6]
1900 Paris 1900 2 Vencido por Emanuel Lasker e com participação de Geza Maroczy.[7]
1902 Monte Carlo 1902 2 Vencido por Geza Maroczy, com Dawid Janowski em terceiro e Richard Teichmann em quarto.[8]
1903 Monte Carlo 1903 3 Vencido por Dawid Janowski, com Geza Maroczy em segundo e Carl Schlechter em quarto.[9]


Referências

  1. a b c d Golombek (1977), p.240
  2. «Hastings 1895» (em inglês). Consultado em 12 de janeiro de 2016. 
  3. «Nuremberg 1896» (em inglês). Consultado em 20 de dezembro de 2010. 
  4. «1896 Budapest» (em inglês). Consultado em 6 de março de 2012. 
  5. «London 1899» (em inglês). Consultado em 16 de janeiro de 2016. 
  6. «St Petersburg 1896» (em inglês). Consultado em 31 de janeiro de 2016. 
  7. GOLOMBEK, Harry (1977). Golombek's Encyclopedia of chess (em inglês) 1ª ed. São Paulo: Trewin Copplestone Publishing. 233 páginas. ISBN 0-517-53146-1 
  8. «Monte Carlo 1902» (em italiano). Consultado em 8 de janeiro de 2016.. Cópia arquivada em 8 de janeiro de 2016 
  9. «1903 Monte Carlo». Consultado em 7 de janeiro de 2016. 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Cherniaev, Alexander (2006). Harry Nelson Pillsbury: A Genius Ahead of His Time. [S.l.]: Books from Europe. ISBN 5903229034 
  • GOLOMBEK, Harry (1977). Golombek's Encyclopedia of chess (em inglês) 1ª ed. São Paulo: Trewin Copplestone Publishing. ISBN 0-517-53146-1 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Jackson Showalter
Campeão de Xadrez dos Estados Unidos da América
1897–1906
Sucedido por
Jackson Showalter