Henrique Luís de Niemeyer Bellegarde

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Henrique Luís de Niemeyer Bellegarde (Lisboa, 12 de outubro de 1802Rio de Janeiro, 21 de janeiro de 1839) foi um engenheiro militar, geógrafo e historiador luso-brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Chegado ao Brasil em tenra idade, Henrique Luís de Niemeyer Bellegarde se matriculou com tão somente quinze anos na Academia Real Militar do Rio de Janeiro. Em 1818 tinha já a patente de segundo tenente, sendo promovido a primeiro tenente dois anos depois. Em 1821 foi nomeado capitão-ajudante do governador de Moçambique. Em 1825 partiu para Portugal a fim de completar os seus estudos, onde obteve, em 1828, o diploma de engenheiro-geógrafo.

Graduou-se como bacharel em Letras pela Universidade de Paris. Em 1828 retornou ao Brasil, tendo recebido a patente de Major e sido agraciado com a mercê de Cavaleiro da Imperial Ordem da Rosa. Em 1839 integrou a comissão incumbida de traçar a carta topográfica da província do Rio de Janeiro. Projetou ainda o Farol de Cabo Frio, os canais de Ururar, Maricá e Cacimbas e as pontes de Campos e Itajuru.

Casou-se com Maria Luísa Adelaide de Vitória Soares, com quem teve dois filhos: Guilherme Cândido Bellegarde e Maria Henriqueta Niemeyer Bellegarde. [1]

Referências