Horatio Greenough

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Horatio Greenough
Nascimento 6 de setembro de 1805
Boston
Morte 18 de dezembro de 1852
Somerville
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Universidade Harvard, Phillips Academy
Ocupação arquiteto, escultor
Magnum opus George Washington (estátua), The Rescue

Horatio Greenough (Boston, 6 de setembro de 1805Somerville, 18 de dezembro de 1852) foi um escultor e teórico da arquitetura dos Estados Unidos.

Filho de David Greenough e Elizabeth Bender, desde cedo mostrou aptidão para artes e atividades mecânicas. Com doze anos fez sua primeira estátua, de William Penn. Teve aulas de escultura com Solomon Willard e Alpheus Cary. Em 1814 matriculou-se na Academia Phillips, em Andover, e em 1821 entrou em Harvard, desenvolvendo uma paixão pela Antiguidade. Nesta época Washington Allston se tornou seu mentor. Antes de graduar-se viajou para Roma para estudar arte, e tornou-se amigo de Robert Weir, com quem dividiu uma casa, tornando-se colegas de estudos. Em Roma criou vários bustos e um estátua em tamanho natural de Abel morto, além de um auto-retrato. Depois mudou-se para Florença, onde desenvolveu a maior parte de sua carreira, recebendo encomendas oficiais dos Estados Unidos. Sua maior contribuição à arte talvez sejam suas obras teóricas, uma série de ensaios sobre arquitetura onde defendeu a criação de um estilo nacional norteamericano e a unificação entre forma e função dos edifícios. Antes de falecer viajou de volta para os Estados Unidos.[1]

Referências

  1. Tuckerman, Henry T. A memorial of Horatio Greenough.Putnam & Co., 1853

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Horatio Greenough
Ícone de esboço Este artigo sobre um escultor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.