Igreja de São João em Bragora

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Igreja de São João em Bragora.

A Igreja de São João em Bragora (em italiano: Chiesa di San Giovanni in Bragora) é uma igreja de Veneza (Itália), templo católico situado no sestiere de Castello.

Foi fundada em princípios do século VIII, supostamente por São Magno de Oderzo. No século seguinte, com o Doge Pietro III Candiano, foi reconstruída para albergar as supostas relíquias de São João Batista, a quem está dedicada, e de novo em 1178. Pietro Barbo, futuro Papa Paulo II, e Antonio Vivaldi foram ambos batizados nesta igreja.

O aspeto actual deve-se à sua última renovação (1475-1505), que manteve a planta de basílica mas juntou uma fachada de tijolo num estilo gótico local tardio, e uma fachada dividida em três secções.

No interior podem ver-se obras de Cima da Conegliano e Alvise Vivarini, bem como um teto sustentado com vigas de madeira.

A origem do termo Bragora é incerta, podendo derivar do grego agorá (praça), em referência ao campo que fica em frente à igreja,[1] ou de termos do dialeto local bragora («mercado») ou bragolare («pescar»).

Notas

  1. Em Veneza, salvo a Praça de São Marcos o resto de espaços abertos não se chamam piazza mas campo; neste caso, atualmente a igreja fica no Campo Bandiera e Moro.