Igreja do Bom Jesus de Matosinhos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Igreja do Senhor Bom Jesus)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras igrejas dedicadas a Bom Jesus de Matosinhos, veja Igreja de Matosinhos.
Igreja do Bom Jesus de Matosinhos
Nomes alternativos Igreja Paroquial de Matosinhos
Igreja do Salvador
Arquiteto João de Ruão (templo original)
Nicolau Nasoni (ampliação do séc XVIII)
Construção 1559 – 1579 (templo original)
1743-1760 (ampliação)
Função atual Igreja paroquial
Website Paróquia de Matosinhos
Património Nacional
Classificação Logotipo Imóvel de Interesse Público
Data 1982
DGPC 73419
Geografia
País Portugal
Cidade Matosinhos

A Igreja do Bom Jesus de Matosinhos , também referida como Igreja Matriz de Matosinhos, localiza-se na cidade e concelho de Matosinhos, distrito do Porto, em Portugal. Constitui-se em destino de peregrinação, lugar de romaria e festas em honra do Senhor de Matosinhos.

História[editar | editar código-fonte]

O templo já existia no século XVI.

Foi totalmente renovado no século XVIII, sendo dotado da mais elegante e exemplar linguagem barroca com traça do arquiteto italiano Nicolau Nasoni. As obras iniciaram-se em 1743, com recursos às ofertas prometidas pelos emigrantes que faziam fortuna no Brasil e aos "ex-votos" da gente do mar nas aflições da sua labuta.

Características[editar | editar código-fonte]

A fachada, de grandes dimensões e ritmada por pilastras e forte entablamento mistilíneo, oscila entre o equilíbrio estrutural e a exuberante decoração barroca. Possui três portais, o central de maiores dimensões, e dois nichos laterais com estátuas de S. Pedro e S. Paulo. Lateralmente impõem-se as torres sineiras. É ainda de referir o grande adro circundante.

O interior é constituído por corpo de três naves separadas por cinco arcos quinhentistas de volta perfeita, assentando em colunas da ordem jónica e sustentando uma cobertura de madeira formada por caixotões seiscentistas.

A cabeceira apresenta o retábulo-mor de talha dourada, de transição entre o estilo nacional e o joanino, invadindo a sua cobertura, arco cruzeiro e paredes laterais, projecto da autoria do portuense Luís Pereira da Costa.

O retábulo-mor acolhe na sua tribuna a imagem do Bom Jesus de Matosinhos, datada dos séculos XII/XIII, sendo por isso uma das mais antigas imagens de Cristo crucificado que se podem contemplar no nosso país, e objecto de fortíssima devoção desde a Idade Média. As esculturas que ladeiam a imagem venerado do Bom Jesus - José de Arimateia, Nicodemos, Virgem Maria e São João - são obra do escultor Thomé Velho, discípulo de João de Ruão.

No transepto destacam-se os retábulos de talha dourada da Capela do S. Sacramento e do Senhor dos Passos, empreitada concretizada pela parceria Domingos Martins Moreira e José da Mota Manso entre 1746 e 1750.

As capelas laterais acolhem retábulos barrocos em talha dourada, executados em meados do século XVIII pelo entalhador Domingos Martins Moreira e dourados por José da Mota Manso, também autor dos belos púlpitos. As sanefas e varandas das janelas são obra de Manuel da Costa Andrade, executadas entre 1753 e 1754. O rocaille está presente em quatro bancos de espaldar, obra de José Teixeira de Guimarães realizada em 1772.

No coro-alto, encontra-se o órgão histórico de tipologia nórdica, que apresenta fachada hamburguesa, com canaria distribuída em três castelos e quatro painéis . Construído em 1685 pelo organeiro Michael Hensberg, natural dos Países Baixos, destinava-se ao Mosteiro dos Lóios no Porto. Transferido para esta igreja, foi remodelado (iberizado) em 1859 pelo organeiro José António dos Santos. Em 1992 foi restaurado pela Oficina e Escola de Organária de Esmoriz, que procurou repor as suas feições originais. Possui 10 registos, alguns inteiros e outros divididos, num único manual.[1]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Igreja do Bom Jesus de Matosinhos

https://www.cm-matosinhos.pt/uploads/document/file/4866/Apresenta__o_da_imagem_do_Senhor_de_Matosinhos.pdf