Ilhas Senkaku

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Localização das Ilhas Senkaku no Mar da China Oriental
Vista aérea da ilha Uotsuri
Vista aérea da ilha Kuba

As Ilhas Senkaku (em japonês 尖閣諸島, Senkaku-Shotō) ou Diaoyu (em chinês 钓鱼台列岛, Diàoyútái Lièdǎo) são um grupo de ilhas desabitadas controladas atualmente pelo Japão, mas também disputadas pela República Popular da China e pela República da China (Taiwan).

Em 2012, foi anunciado que o Japão pretende estatizar as ilhas. O Governo japonês, que pretende reforçar o controle sobre as Ilhas Senkaku iniciou negociações com o seu proprietário privado, a família nipónica Kurihara, prevendo concluir as mesmas até ao fim do ano. O projeto prevê a aquisição de três das ilhas, incluindo a maior delas, Uotsuri[1].

A aquisição do governo das ilhas aos seus atuais proprietários privados japoneses importará em 2.050 milhões de ienes (21 milhões de euros)[2]. As Ilhas Senkaku são, administradas como parte da província de Okinawa.

Ilhas[editar | editar código-fonte]

O arquipélago é formado por cinco ilhas vulcânicas, denominadas:

  • Diaoyu Dao (釣魚島) ou Uotsuri-shima (魚釣島)⊕- com 4,319 km²
  • Huangwei Yu (黃尾嶼) ou Kuba-shima (久場島) - com 1,08 km²
  • Chiwei Yu (赤尾嶼) ou Taishō-tō (大正島)
  • Beixiao Dao (北小島)※ ou Kita Kojima
  • Nanxiao Dao (南小島)※ ou Minami Kojima [3]

Referências