Infoshop

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Interior da livraria Left Bank Books, Seattle em 2006.
DIRA/L'Insoumise, Infoshop em Montreal, Março de 2007

Infoshop é o nome dado a uma vitrina, banca ou centro social que serve como ponto de distribuição de informação anarquista, tipicamente na forma de livros, zines, adesivos e cartazes. Infoshops também servem como espaços de encontro e distribuição de recursos para grupos ativistas locais.

Infoshops são particularmente comuns no Leste da Europa e América do Norte, mas também podem ser encontradas em outros lugares do mundo. De acordo com o artigo Utne Reader de Chris Atton as infoshops britânicas cresceram "a partir dos centros anarquistas ocupados na década de 1980, como por exemplo o Centro 121 em Brixton, Londres". [1] Outra grande influência foram os Encontros Europeus Internacionais de Infoshops que foram organizados com regularidade durante a década de 1990.

Segundo o bibliotecário anarquista Chuck Munson, em seu artigo Maximum RocknRoll, os infoshops nos Estados Unidos descendem de centros conhecidos como "paz e justiça" que existiam na época da Guerra do Vietnã com a intenção de refutar e combater a propaganda estatal bélica.[2]

Em junho de 2006, o Encontro Infoshop, uma rede espalhada pelo Canadá e Estados Unidos, foi formado durante um encontro de mantenedores de Infoshop em Baltimore, Maryland.[3]

Outros usos para o termo[editar | editar código-fonte]

Ironicamente, o Banco Mundial, uma instituição cujos encontros tornaram-se alvo de grandes manifestações anarquistas e de outros grupos contestadores, também opera através de uma livraria chamada "The InfoShop". O Banco Mundial descreve sua loja em Washington como uma "loja de uma parada para a literatura relacionada ao desenvolvimento econômico e para informações sobre as atividades e projetos do Banco Mundial."[4]

Infoshops conhecidos[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal Portal da Anarquia

Referências

  1. «Street Libraries: Infoshops and Alternative Reading Rooms». Consultado em 12 de julho de 2008. Arquivado do original em 10 de novembro de 1999 
  2. «Artigo Maximumrocknroll em infoshops». Consultado em 12 de julho de 2008. Arquivado do original em 8 de fevereiro de 2007 
  3. The Infoshop Network
  4. The InfoShop at worldbank.org

Ligações externas[editar | editar código-fonte]