Irmãos Curió

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Irmãos Curió é a alcunha pela qual são conhecidos os irmãos Evangelista dos Santos, filhos de João Evangelista dos Santos, integrantes de uma família de ricos comerciantes de São João Evangelista, Minas Gerais, que estabeleceram, entre os anos 70 e 80, um regime de terror naquela cidade, por meio da intimidação e do uso irrestrito da violência contra adversários e todos aqueles que se opunham a seus interesses políticos e econômicos.[1]

Os Irmãos Curió, que ganharam notoriedade após deixar um longo rastro de sangue em toda a região, foram condenados pelo Poder Judiciário do Estado de Minas Gerais, em decisões irrecorríveis, por alguns dos muitos homicídios e outros ilícitos penais praticados, sendo ainda hoje investigados por crimes cometidos nos últimos anos.[2]


Referências

  1. «Homicida é preso em São João Evangelista». Assessoria de Imprensa da Polícia Civil de Minas Gerais. Polícia Civil de Minas Gerais. 12 de janeiro de 2009. Consultado em 20 de abril de 2009 
  2. «Acusado de homicídio: Polícia prende suspeito de tentar matar vereador de cidade de MG». jornalweb.blog-se.com.br. 12 de janeiro de 2009. Consultado em 3 de janeiro de 2011 




Ícone de esboço Este artigo sobre criminosos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.