Ivan Jaf

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde setembro de 2012)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde novembro de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde novembro de 2013).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.
Ivan Jaf
Nascimento 1957 (61 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Alma mater Universidade Federal do Rio de Janeiro
Ocupação escritor
Página oficial
http://www.ivanjaf.com.br/

Ivan Jaf é escritor, roteirista, redator e editor brasileiro. Autor de mais de 60 livros de ficção para o público infantojuvenil, premiado pela União Brasileira dos Escritores,  Fundação Nacional do Livro Infanto Juvenil e duas vezes finalista do Jabuti.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ivan Jaf nasceu no Rio de Janeiro, em 1957. É autor de mais de 60 livros de ficção para o público infantojuvenil, premiado pela União Brasileira dos Escritores,  Fundação Nacional do Livro Infanto Juvenil e duas vezes finalista do Jabuti. É roteirista de histórias em quadrinhos, com trabalhos publicados em revistas brasileiras e italianas, em parcerias com renomados ilustradores como Solano López, Guazzelli, Gustavo Rosa e Luiz Gê, e foi diversas vezes finalista do prêmio HQMIX. Escreve roteiros para cinema, acumulando prêmios como o Sundance Institute - USA/98; Melhor Curta-Metragem - Festival Cinema Brasil in Tokyo 2007 e Melhor Curta-Metragem Brasileiro - 7º Festival de Cinema Brasileiro de Paris e Melhor Animação Brasileira/ Rj e Sp/ Anima Mundi 2003. Como dramaturgo, tem diversas peças encenadas, com direção de Nelson Xavier, Amir Haddad entre outros, e texto premiado e publicado pela Funarte/2005.

Livros publicados[editar | editar código-fonte]

  • O menino que caiu no buraco"[1]
  • Dez dias de cortiço, recebeu o prêmio Acervo Básico FNLIJ 2004.[2]
  • Um anarquista no sótão (juvenil, ed.
  • Bastiana vai à luta (infantil, ed. Memórias futuras, rio, 87, 7 edições)
  • O vale da eternidade (infantil, ed. Memórias futuras, rio, 90, prêmio aquisição fnlij 93)
  • Três contra t (juvenil, ed. Scipione, são paulo, 93) i
  • A ponte para o passado (juvenil, ed. Atual, são paulo, 93, 8 edições)
  • A floresta dos homens doidos (juvenil, scipione, são paulo, 94)
  • A montanha dos ossos de dragão (juvenil, ed. Atual, são paulo, 94, 7 edições)
  • Beijo na boca (juvenil, ed. Moderna, são paulo, 94, 6 edições, prêmio altamente recomendável para o jovem / 94 - fundação nacional do livro)
  • O certo é o contrário (infantil, ed. José olympio, rio, 94, 6 edições)
  • Atrás do paraíso (juvenil, ed. José olympio, rio, 95, 4 edições)
  • A semente da praça (infantil, ed. Jos0é olympio, rio, 95)
  • O poder flutuante (juvenil, ed. Scipione, são paulo, 96)
  • O pirata mau que pegou cupim na perna de pau (infantil, ed. José olympio, rio, 96)
  • O super tênis (juvenil, ed. Ática, são paulo, 96, 4 edições)
  • A primeira vez (juvenil, ed. Moderna, são paulo, 96,
  • O super silva (juvenil, ed. Ática, são paulo, 97, 2 edições)
  • Manual de sobrevivência familiar (juvenil, ed. Atual, são paulo, 97, 6 edições)
  • Boca a boca (juvenil, ed. Moderna, são paulo, 98,)
  • O robô que virou gente (juvenil, ed. Ática, são paulo, 99, 2 edições)
  • O Vampiro que Descobriu o Brasil (juvenil, ed. Ática, são paulo, 99, 5 edições)
  • Não estou entendendo nada (juvenil, ed. Ediouro, são paulo, 00, 2 edições)
  • A chave de casa (juvenil, ed. Atual, são paulo, 00, destaque de humor/ prêmio adolfo gizen/ união brasileira dos escritores, 01)
  • Aguenta firme (juvenil, ed. Ática, são paulo, 00)
  • Longe dos olhos (juvenil, ed. Ática, são paulo, 2005)
  • Um vampiro apaixonado na corte de d. João(juvenil, são paulo, ática, 2009)
  • As outras pessoas (novela, editora do brasil, são paulo, 01)
  • A corte portuguesa no rio de janeiro (juvenil, ed. Ática, são paulo, 2001)
  • A insônia do vampiro (juvenil, ed. Ática, são paulo)
  • Os sertões (adaptação para o público juvenil do clássico de euclides da cunha, ed. Ática, são paulo, 2009)
  • Cidade mavilhosa (juvenil,ed atual, são paulo, 2010)
  • Os outros
  • Consertam-se arco-íris (juvenil, ed ática, são paulo, 2007)
  • O mestre das sombras
  • Dona casmurra e seu tigrão ( ed ática)-colocado ontem-
  • Prójetos póstomos de brás cubas
  • Onde fica o ateneu
  • A moreninha 2: a missão
  • Noite Feliz
  • A grande assembleia dos bichos pestilentos e peçonhentos (trioleca casa editorial)

Roteiros de histórias em quadrinhos[editar | editar código-fonte]

  • Revistas SPEKTRO, HISTÓRIAS DO ALÉM, PESADELO e  SOBRENATURAL, ed. Vechi, Rio de janeiro, 1980/83
  • Revista SKORPIO, com desenhos de Solano López, Itália, 1993/94
  • O CORTIÇO (adaptação para HQ da obra de Aluísio Azevedo, desenhos de Rodrigo Rosa, ed. Ática, 2009, 9 edições)
  • O GUARANI (adaptação para HQ da obra de José de Alencar, desenhos de Luiz Gê, ed. Ática, 2009, 13 edições)
  • MEMÓRIAS DE UM SARGENTO DE MILÍCIAS (adaptação para HQ da obra de Manuel Antônio de Almeida, desenhos de Rodrigo Rosa, ed. Ática, 2010, 3 edições)
  • A ESCRAVA ISAURA (adaptação para HQ da obra de Bernardo Guimarães, desenhos de Guazzelli, ed. Ática, 2010, 9 edições)
  • O CIDADÃO INVISÍVEL (baseado na obra de Gilberto Dimenstein, desenhos de Eduardo Ferigato, ed. Ática, 7 edições, 2011)
  • DOM CASMURRO (adaptação para HQ da obra de Machado de Assis, desenhos de Rodrigo Rosa, ed. Ática, 2012, 9 edições)
  • LABIRINTO (desenhos de Rodrigo Rosa. ed. Saraiva, 2015)
  • AMAR, VERBO INTRANSITIVO (adaptação para HQ da obra de Mário de Andrade, desenhos de Guazzelli, ed. Ática, 2017)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]