J. B. de Mello e Souza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

João Baptista de Mello e Souza, ou simplesmente J. B. de Mello e Souza (Queluz, 28 de maio de 1888Rio de Janeiro, 24 de abril de 1969) foi um escritor brasileiro, membro da Academia Carioca de Letras e irmão mais velho de Julio César de Melo e Souza, o Malba Tahan.[1]

João Baptista teve muitos livros publicados, entre eles: "Meninos de Queluz" (Prêmio Joaquim Nabuco pela Academia Brasileira de Letras[1]), "Histórias do Rio Paraíba" e "Canções da Escola e do Lar", muitos deles sob o pseudônimo J. Meluza.

Também foi presidente da Federação Brasileira dos escoteiros do mar e, segundo consta, durante o período de sua atuação a instituição chegou a ter mais de cem barcos em intensa atividade.[1]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • 1949 - Majupira (romance histórico)
  • 1949 - Meninos de Queluz (romance)
  • 1951 - Histórias do Rio Paraíba: episódios e tradições regionais, 2 vols (contos e memórias)
  • Sacuntala de Calidasa e Outras Histórias de Heroísmo e Amor da Antiga Índia (contos indianos)
  • Lendas Medievais (contos)
  • 1955 - A sombra do bambual (teatro)
  • Histórias famosas do Velho Mundo (contos)
  • 1956 - História Geral (história)
  • 1957 - História da América
  • 1958 - Estudantes do meu tempo, contos e memórias
  • 1959 - Sete lendas de amor e outras poesias
  • 1959 - História do Brasil (história)
  • 1963 - O homem sem pátria

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e jornalolince.com.br/ J B DE MELLO E SOUZA - O CRONISTA DO RIO PARAÍBA DO SUL

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um escritor do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.