João Guisan Seixas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

João Guisan Seixas (Corunha, 1957), é um actor, director e dramaturgo galego[1].

Obras[editar | editar código-fonte]

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • Um cenário chamado Frederico, 1985, Cadernos da Escola Dramática Galega.
  • Teatro Para Se Comer, 1997, Laiovento.
  • A tabúa ocre de núbia ou o significado da vida, 1998, Teatro do Noroeste, Viana do Castelo.

Narrativa[editar | editar código-fonte]

  • Origem certa do farol de Alexandría e outros contos, 1983, Editorial tcd, Madrid.

Ensaio[editar | editar código-fonte]

  • Isto é um livro. Projecto dicionário vivo, 2003, Laiovento.

Obras colectivas[editar | editar código-fonte]

  • Número de patente. Querido Brais. A figueira, 1978, Edicións do Castro.

Prémios[editar | editar código-fonte]

  • Prémio Modesto R. Figueiredo de narração curta no ano de 1977, por Número de patente.
  • Vencedor (Gañador) do Prémio Eixo Atlântico de Textos Dramáticos no ano de 1998, por A tábua ocre de Núbia.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]