Jorge Coli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2014).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jorge Coli
Nome completo Jorge Sidney Coli Junior
Nascimento 1947 (69–70 anos)
Amparo
Nacionalidade  Brasil
Ocupação Professor e Colunista
Cargo Professor da UNICAMP
Página oficial
Currículo Lattes

Jorge Coli (Amparo, 1947)[1] é um professor titular em História da Arte e da História da Cultura, no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp[2] e colunista do jornal Folha de S. Paulo.


É formado em História da Arte e Arqueologia (graduação e mestrado) e em História do Cinema (graduação) na Universidade de Provença (Aix-Marseille I, França), doutorado em Estética pela USP - Universidade de São Paulo, livre-docência e titulação em História da Arte e da Cultura pela Unicamp.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi colaborador do jornal Le Monde, traduziu para o francês Memórias do Cárcere de Graciliano Ramos e Os sertões de Euclides da Cunha, em colaboração com Antoine Seel. Lecionou na Universidade de Provence, Montpellier e Toulouse. Foi professor convidado nas universidades de Princeton (USA), Paris I (Panthéon-Sorbonne)(França), Osaka (Japão) e pesquisador da New York University (USA). Trabalha sobre os séculos XIX e XX. Entre seus livros estão: Música Final- ed. Unicamp; Ponto de fuga (Perspectiva); L'Atelier de Courbet (ed. Hazan, Paris); O corpo da liberdade (CosacNaify).

Recebeu diversos prêmios, entre eles o "Florestan Fernandes" (CAPES), melhor orientador de tese em Ciências Humanas (2005). Foi Secretário da Cultura da cidade de Campinas. É o atual diretor do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp.

Escreveu o libreto da ópera O Menino e a Liberdade de Ronaldo Miranda baseado no conto de Paulo Bonfim que estreou em 2013 no Theatro São Pedro de São Paulo. [3]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • O que é arte (1995) - Editora Brasiliense - ISBN: 8511010467 [4]
  • O Corpo da Liberdade (2010) - CosacNaify - ISBN: 8575038893 [5]

Referências

  1. Página da UNICAMP
  2. Folhapress - Colunistas
  3. «O Menino e a Liberdade». Consultado em 2 de maio de 2013 
  4. «Editora Brasiliense». Consultado em 3 de abril de 2017 
  5. «Revista Fapesp». Consultado em 3 de abril de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Jorge Coli