Jorginho do Pandeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Jorginho do Pandeiro
Informação geral
Nascimento 3 de dezembro de 1930
Local de nascimento Rio de Janeiro, RJ
Morte 6 de julho de 2017 (86 anos)
Local de morte Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileiro
Gênero(s) MPB
Ocupação(ões) Pandeirista

Jorge José da Silva (Rio de Janeiro, 3 de dezembro de 1930 - Rio de Janeiro, 6 de julho de 2017), mais conhecido pelo pseudônimo Jorginho do Pandeiro, foi um pandeirista brasileiro. Também produziu discos de artistas da música popular brasileira, como Silvio Caldas, Clara Nunes e Elizeth Cardoso, entre outros.[1]Jorginho morreu em 6 de julho de 2017,aos 86 anos vítima de complicação de uma infecção urinaria [2]. Ele integrou o time de músicos das rádios Nacional e Mayrink Veiga. Com o passar dos anos, ele fez parcerias que entraram para história da música brasileira. No currículo, Chico Buarque, Beth Carvalho, Luiz Gonzaga, Paulinho da Viola. Em meio a tantos nomes, um marcou a carreira dele pra sempre: Jacob do Bandolim. Os dois fizeram parte do conjunto Época de Ouro. O grupo continuou, mesmo depois da morte de Jacob do Bandolim, em 1969. Jorginho do Pandeiro também integrou o Regional do Canhoto, considerado um dos melhores regionais de todos os tempos.[carece de fontes?]

Referências

  1. «Jorginho do Pandeiro». dicionariompb.com.br. Consultado em 20 de dezembro de 2014 
  2. Redação (7 de julho de 2017). «Morre no Rio, Jorginho do Pandeiro, um dos maiores representantes do choro». G1 Rio. Consultado em 7 de julho de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.