José Agustín Arango

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

José Agustín Arango (nascido na Cidade do Panamá, 24 de fevereiro de 1841 e falecido na mesma cidade, 10 de maio de 1909) foi um político panamenho, membro do movimento separatista do Panamá em novembro de 1903 e Presidente da Junta de Governo Provisório de 4 de novembro de 1903 até 20 de fevereiro de 1904.[1]. É considerado como um importante, senão o mais importante personagem da independência do Panamá.

Em 1907, representou o Panamá em Washington aprovando o Protocolo Taft-Arango, que criou um adendo ao Tratado Hay-Bunau-Varilla, acrescentando uma cláusula que dá direito ao Panamá de fazer acordos bilaterais com a Colômbia para a definição da fronteira comum sem a intervenção estadunidense.[2]

Foi eleito primeiro vice-presidente e ingressou na Junta de Governo Provisório da Cidade do Panamá, juntamente com Tomás Arias e Federico Boyd.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Mellander, Gustavo A.(1971) The United States in Panamanian Politics: The Intriguing Formative Years. Daville,Ill.:Interstate Publishers. OCLC 138568.
  • Mellander, Gustavo A.; Nelly Maldonado Mellander (1999). Charles Edward Magoon: The Panama Years. Río Piedras, Puerto Rico: Editorial Plaza Mayor. ISBN 1-56328-155-4. OCLC 42970390.