José Alberto Monteiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

José Alberto Monteiro (Rio de Janeiro,[quando?][onde?],[quando?] foi um proprietário de terras brasileiro do século XVIII. É considerado o primeiro "homem branco" a habitar as terras do atual município de Volta Redonda, situado na região Sul Fluminense.[1][2]

Morador da cidade do Rio de Janeiro, em meados da década de 1760 partiu da então capital do vice-reino do Brasil em direção ao pouco conhecido à época Vale do Paraíba, ainda denominado "sertão bravio", onde fixou residência.[3]

A região, que os jesuítas incluíam nas áreas de sua fazenda de Santa Cruz, era ainda povoada por índios das nações Puris e Coroados.

Em 1765, após obter do vice-rei Dom Antônio Álvares da Cunha, o Conde da Cunha, uma sesmaria à margem do rio Paraíba do Sul, onde é hoje se encontra a maior parte do território do município, foi para esta região, fundando uma fazenda no local onde atualmente funciona a usina da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) e sua vila operária (atual bairro Vila Santa Cecília).[4][5]

Referências

  1. «Diário do Vale - Volta Redonda tem este nome desde o 1º habitante». Consultado em 7 de março de 2016. Arquivado do original em 10 de março de 2016 
  2. Brasil Channel - História de Volta Redonda
  3. «Diário do Vale - Volta Redonda tem este nome desde o 1º habitante». Consultado em 7 de março de 2016. Arquivado do original em 10 de março de 2016 
  4. «Diário do Vale - Volta Redonda tem este nome desde o 1º habitante». Consultado em 7 de março de 2016. Arquivado do original em 10 de março de 2016 
  5. Caderno especial - Volta Redonda
  • Volta Redonda, ontem e hoje. ALKINDAR Costa (Sociedade Pró-Memória de Volta Redonda), 1992.