Juan Alberto Melgar Castro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Juan Alberto Melgar Castro (26 de junho de 1930, Marcala - 2 de dezembro de 1987) foi um general do exército hondurenho que atuou como chefe de Estado de Honduras de 22 de abril de 1975 a 7 de agosto de 1979, quando foi retirado do poder por outros militares.[1]

O General Melgar Castro tomou o poder em golpe de Estado em 1975 que depôs Oswaldo López Arellano após um escândalo em seu governo de suborno com a United Fruit Company.

Durante seu governo, o processo de reforma agrária desacelerou por causa da pressão de proprietários de terras e políticos influentes. Sua esposa Nora Gúnera de Melgar foi prefeita de Tegucigalpa. Ela foi candidata do Partido Nacional para presidente de Honduras em 1997, mas perdeu para o candidato do Partido Liberal, Carlos Roberto Flores.

Melgar Castro morreu de um ataque cardíaco, perto de San Pedro Sula, em 2 de dezembro de 1987.[1]

Referências

  1. a b «Juan Alberto Melgar Castro, General, 52». New York Times. AP. 4 de dezembro de 1987 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Cargos políticos


Precedido por
Oswaldo López
Chefe de Estado
Presidente de Honduras
1975–1978
Sucedido por
Junta militar de Honduras (1978-1980)