Léon Delagrange

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Léon Delagrange
Nascimento Ferdinand Léon Delagrange
13 de março de 1872
Orleães
Morte 4 de janeiro de 1910 (37 anos)
Bordéus
Cidadania França
Alma mater
  • Escola Nacional Superior das Belas-Artes
Ocupação piloto, escultor
Prêmios
  • Cavaleiro da Legião de Honra
  • Medalha da Aeronáutica
Causa da morte acidente aéreo

Ferdinand Marie Léon Delagrange (✰ Orleães, 14 de março de 1872;  ✝ Croix d'Hins, 04 de janeiro de 1910) foi um pioneiro da aviação e escultor francês.

Nascido em Orleães, estudou na École des Beaux-Arts com Louis Barrias e Charles Vital-Cornu. Foi membro do Salon des Artistes Français e recebeu uma comenda em 1901.[1]

O escultor[editar | editar código-fonte]

Estudou escultura de 1894 a 1899 na École des Beaux-Arts de Paris nas oficinas de Louis-Ernest Barrias (1841-1905) e Charles Vital-Cornu (1851-1927). Expôs no Salon des artistes français e tornou-se membro em 1900. Tinha o seu estúdio na rue Fontaine, 14 em Paris,[2] bem como a rue Boissonade em Montparnasse. O meio artístico que frequenta permite-lhe aproximar-se da aviação ainda incipiente, que se torna para ele uma segunda paixão.

Léon Delagrange trabalhando em seu estúdio em 1908.
Léon Delagrange e Thérèse Peltier em 1908.

O aviador[editar | editar código-fonte]

Em 1907 foi uma das pessoas a encomendar uma aeronave de Gabriel Voisin, que foi o primeiro exemplar do que viria a se tornar um dos mais bem sucedidos dos primeiros aviões franceses, o biplano Voisin 1907, que necessitou de vários testes e melhorias antes de ser entregue ao escultor.[3] · [4]

Em 7 de janeiro de 1909 recebeu o terceiro dos oito primeiros certificados de aviador concedidos pelo Aéro-Club de France.[5] Em setembro de 1908 estabeleceu um recorde de 244,6 km em 29 minutos e 53 segundos, e em 1909 recebeu o prêmio Lagatiner em Juvisy (5,8 km em 10 minutos e 18 segundos), fez um voo sensacional numa tempestade em Doncaster, Inglaterra, em 17 de outubro estabelecendo um recorde mundial (9,6 km em 7 minutos e 36 segundos), e em dezembro um novo recorde para monoplanos.

Morreu em 4 de janeiro de 1910, quando uma das asas do seu monoplano Blériot XI falhou em Croix d'Hins perto de Bordéus.[6] Foi presidente do Aéro-Club de France em 1908, e em 1909 foi condecorado com a ordem da légion d'honneur, e em 1910 recebeu uma medalha da Academia de Ciências de Paris.

Referências

  1. Benezit Dictionary of Artists
  2. André Roussard, Dictionnaire des peintres à Montmartre, Éditions Roussard, 1999, p.180.
  3. Le 2 février 1907 dans le ciel : Delagrange commande un aéroplane à Voisin Air-journal.fr 2 février 2011
  4. Le 28 février 1907 dans le ciel : 1er essai de l’aéroplane Voisin de Delagrange Air-journal.fr 28 février 2013
  5. Aero Club of France Flight magazine 4-2-1911, p. 88
  6. Early Aviators – Delagrange Biography

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Olivier et Yolande Delagrange, Léon Delagrange, le dandy volant, préface de Louis Blériot, Éditions Larivière ISBN 2-9142-05-75-9

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Léon Delagrange
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.