Línguas nilóticas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Nilotic languages.png

As línguas nilóticas são um ramo da família de línguas nilo-saarianas.[1] O seu nome está associado aos nilotas que, como o nome indica, habitam a região sul do vale do rio Nilo, desde a Etiópia à Tanzânia, mas tendo-se espalhado também para o interior, incluindo a República Democrática do Congo.

Um dos mais conhecidos povos deste grupo são os massai, com cerca de 800 000 pessoas divididas entre o Quénia e a Tanzânia; os acholi do Uganda são outro povo nilótico.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome "nilótico" vem do rio Nilo ou da região do Nilo da África.[2]

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

O nilótico tem três subdivisões:[1]

Referências

  1. a b Ki-Zerbo et al. 2010, p. 333.
  2. «the definition of Nilotic». Dictionary.com. Consultado em 26 de outubro de 2016 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.