Nilotas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mulher com tradicional vestimenta queniana.
Nilotas
Peace agreement dancers in Kapoeta, Sudan.jpg
Homens sul-sudaneses performando a Dança da Paz
População total

43 milhões (est.)

Regiões com população significativa
 Quênia
Uganda
Sudão do Sul
Tanzânia
 Etiópia
 República Democrática do Congo
Eritreia
Línguas
Línguas nilóticas
Religiões
Islão, cristianismo, animismo, religiões sincréticas e tradicionais
Grupos étnicos relacionados
Dincas, Nueres, Massais, Acholis, Núbios etc são gupos nilotas

Os nilotas são um grupo de povos africanos que falam línguas nilóticas, um dos principais ramos da grande família das línguas nilo-saharianas e, como o nome indica, habitam a região sul do vale do rio Nilo, desde a Etiópia à Tanzânia, mas tendo-se espalhado também para o interior, incluindo a República Democrática do Congo.

Um dos mais conhecidos povos deste grupo são os masai, com cerca de 800 000 pessoas divididas entre o Quénia e a Tanzânia e são primariamente pastores, como a maioria destes povos, embora tenham adquirido muitos costumes dos povos bantu com quem coabitam. Os acholi do Uganda tiveram um importante papel como guerreiros na história recente daquele país.


Ícone de esboço Este artigo sobre África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.