Lúcio Cássio Longino (cônsul em 30)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Lúcio Cássio Longino.
Lúcio Cássio Longino
Cônsul do Império Romano
Consulado 30 d.C.
Morte 40 d.C.

Lúcio Cássio Longino (em latim: Lucius Cassius Longinus; m. 40) foi um político romano da gente Cássia eleito cônsul em 30 com Marco Vinício. Era filho de Lúcio Cássio Longino, cônsul sufecto em 11, e irmão de Caio Cássio Longino, que o substituiu como cônsul sufecto em 30.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Além de seu consulado, Longino foi um renomado jurista com grande influência no Senado[1] e escreveu quinze livros sobre direito civil.

Tibério ordenou que Cássio se casasse com Drusila, filha de Germânico e irmã de Calígula. Já imperador, Calígula ordenou que ele se divorciasse dela[2] para casá-la com Marco Emílio Lépido em meio a rumores de uma relação incestuosa entre o imperador e sua irmã.

Em 40, Longino foi procônsul da Ásia, de onde foi obrigado a retornar a Roma já preso para ser executado por Calígula por conta de um oráculo que o imperador interpretou como indicando que Cássio seria seu assassino. Por uma estranha coincidência, Calígula foi de fato morto por um Cássio, mas o tribuno Cássio Quereia..

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul do Império Romano
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Precedido por:
Caio Fúfio Gêmino

com Lúcio Rubélio Gêmino
com Aulo Pláucio (suf.)
com Lúcio Nônio Asprenas (suf.)

Lúcio Cássio Longino
30

com Marco Vinício
com Lúcio Névio Surdino (suf.)
com Caio Cássio Longino (suf.)

Sucedido por:
Tibério V

com Lúcio Élio Sejano
com Fausto Cornélio Sula Lúculo (suf.)
com Sexto Tédio Valério Cátulo (suf.)
com Públio Mêmio Régulo (suf.)
com Lúcio Fulcínio Trião (suf.)


Referências

  1. Der Neue Pauly, Stuttgardiae 1999, T. 2, c. 1013
  2. Suetônio, Vidas dos Doze Césares, Vida de Calígula XXIV 1