Lidl

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Lidl & Cia
Slogan a qualidade é barata !
Tipo Alimentar
Indústria Distribuição e Retalho
Sede Neckarsulm,  Alemanha
Pessoas-chave Dieter Schwarz
Sítio oficial www.lidl.pt

A Lidl é uma das maiores empresas alemães de distribuição alimentar, o qual é representado em 28 países europeus, fundada por Dieter Schwarz[1] por volta dos anos 1930, em Ludwigshafen, Alemanha.

Pertence ao Grupo Schwarz, que consiste em uma complexa rede de cerca de 600 subsidiárias, fundações e setores empresariais. Depois abrir a primeira loja Lidl em 1973, esta hoje o maior grupo de varejo alemão possuindo mais de 10.000 lojas em toda Europa e fez um volume de negócios de 54 bilhões de euros.[2] [3] Em 2015 Lidl pretende abrir lojas nos Estados Unidos.

História[editar | editar código-fonte]

A origem da empresa Lidl remonta aos anos 1930. A empresa foi fundada nessa altura no sul da Alemanha e chamava-se Lebensmittel - Sortimentsgrosshandlung. Atualmente, o Lidl está entre os dez primeiros da distribuição alimentar na Alemanha e encontra-se implementado a nível internacional em toda a Europa, tendo empresas autónomas em cada país.

Após a abertura das primeiras lojas Lidl na zona de Ludwigshafen nos anos 1970, a expansão na Alemanha deu-se até aos finais dos anos 1980, sendo que a internacionalização se iniciou nos anos 1990. Atualmente, existem lojas em quase todos os países da Europa. O Lidl possui - à frente de todos os outros distribuidores - a maior rede de lojas alimentares da linha Discount na Europa.

Lidl tem agora quase 10.000 filiais e 136 centros de distribuição no mundo, no final de fevereiro de 2013 as vendas geradas foram de 45,4 bilhões de euros, 15 bilhões somente com as 3.300 lojas na Alemanha.[4]

Portugal[editar | editar código-fonte]

Em Portugal está presente desde 1995. Em março de 2015, possui 240 pontos de venda e quatro entrepostos, adquirindo a produtores nacionais “mais de metade dos produtos” comercializados.[5]

Referências

  1. [1] (em alemão) Stern.de.
  2. Lidl will Aldi jetzt auch in den USA attackieren (em alemão) Welt.de.
  3. [2] Lidl.pt. Visitado em 23 de junho 2015.
  4. [3] (em alemão) Stimme.de.
  5. [4] Correioalentejo.com.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]