Lista de cidades da América por PIB (PPC)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Sim

Esta é uma lista das cidades e/ou suas áreas metropolitanas mais ricas do continente americano pelo PIB PPC de acordo com a PricewaterhouseCoopers.[1]


Posição Cidade País PIB (PPC)
em bilhões de US$
Capital nacional
1 Nova Iorque  Estados Unidos $ 1.579 Não
2 São Paulo  Brasil $ 833 Não
3 Los Angeles  Estados Unidos $ 799 Não
4 Chicago  Estados Unidos $ 680 Não
5 Cidade do México  México $ 405 Sim
6 Filadélfia  Estados Unidos $ 391 Não
7 Washington DC  Estados Unidos $ 375 Sim
8 Boston  Estados Unidos $ 363 Não
9 Buenos Aires  Argentina $ 362 Sim
10 Dallas  Estados Unidos $ 338 Não
11 Atlanta  Estados Unidos $ 304 Não
12 São Francisco  Estados Unidos $ 301 Não
13 Houston  Estados Unidos $ 297 Não
14 Miami  Estados Unidos $ 292 Não
15 Rio de Janeiro  Brasil $ 282 Não
16 Toronto  Canadá $ 270 Não
17 Detroit  Estados Unidos $ 253 Não
18 Seattle  Estados Unidos $ 235 Não
19 Phoenix  Estados Unidos $ 200 Não
20 Minneapolis  Estados Unidos $ 194 Não
21 São Diego  Estados Unidos $ 191 Não
22 Denver  Estados Unidos $ 165 Não
23 Montreal  Canadá $ 148 Não
24 Baltimore  Estados Unidos $ 137 Não
25 St. Louis  Estados Unidos $ 126 Não
26 Tampa  Estados Unidos $ 123 Não
27 Santiago  Chile $ 120 Sim
28 Cleveland  Estados Unidos $ 112 Não
29 Brasília  Brasil $ 110 Sim
30 Portland  Estados Unidos $ 110 Não
31 Lima  Peru $ 109 Sim
32 Monterrey  México $ 102 Não
33 Bogotá  Colômbia $ 100 Sim
34 Pittsburgh  Estados Unidos $ 99 Não
35 Vancouver  Canadá $ 95 Não
36 Guadalajara  México $ 81 Não
37 Curitiba  Brasil $ 66 Não
38 Belo Horizonte  Brasil $ 61 Não
39 Porto Alegre  Brasil $ 60 Não
40 Manaus  Brasil $ 51 Não
41 Medellín  Colômbia $ 50 Não
42 Puebla  México $ 42 Não
43 Caracas  Venezuela $ 41 Sim
44 Recife  Brasil $ 35 Não
45 Fortaleza  Brasil $ 25 Não
46 Salvador  Brasil $ 10 Não

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Pricewaterhouse Coopers. «Global city GDP rankings 2008-2025». Consultado em 16 de dezembro de 2009. Arquivado do original em 31 de maio de 2010