Loja (Equador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Loja é uma das cidades mais interessantes do Equador. A cidade é capital da província homônima e encontra-se localizada ao sul dos Andes equatorianos. Possui mais de 185 mil habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Foi fundada em 8 de dezembro de 1548 pelo capitão Alonso de Mercadilho como Vila da Limpa Conceição de Loja em honra da Virgem Maria e da cidade espanhola.

Antes da chegada dos conquistadores a região estava habitada pelos indígenas Paltas e após pelos Incas que vieram do Peru para conquistar essas terras em 1460. No século XVI, os espanhóis decobriram as minas de ouro de Zaruma no Litoral e de Zamora na parte oriental. Loja virou num importante centro mineiro durante a colônia. No século XVIII, nas florestas dos arredores foi descoberta uma planta milagrosa: a Quina (Cinchona officinalis), famosa por ter sido a cura da mulher do Vice-Rei do Peru quem estava doente de fevre amarela. Desde lá, a região ficou famosa aparecendo nas pesquisas da Missão Geodésica Francesa em 1736 ou nos estudos botânicos de Celestino Mutis em 1780.

Música[editar | editar código-fonte]

Com a chegada da Ordem religiosa dos Dominicos no século XVI chegou o ensino do evangelho e da música. Dizem os cronistas de Índias que os nativos tinham muita habilidade para cantar, pintar e entalhar. Assim, as artes foram desenvolvidas ao longo do período colonial e, graças à paixão de seus habitantes, Loja é conhecida como a Capital Musical do Equador. Mais de um 70 por cento dos lojanos cantam e interpretam algum instrumento musical (principalmente o violino e o violão). Hoje, a cidade conta com uma Orquestra Sinfónica Nacional, outra Orquestra da Prefeitura, vários grupos corais além de ser o berço de inúmeros cantores e compositores de música popular equatoriana.

Cultura e ecologia[editar | editar código-fonte]

Loja ganhou vários prêmios por ser uma cidade ecológica única no país graças a sua planta de tratamento do lixo. Quando for lá, deve visitar o Mercado, uma jóia da limpeza da cidade. No Centro Histórico se encontram as maiores atrações: o Parque São Sebastião com a Torre; a Catedral; o Museu do Banco Central; a Praça e convento de São Francisco; a Praça e convento de Santo Domingo; a Porta da Cidade; e o imperdível Museu da Música. Não perca a visita ao Parque Jipiro, um sítio natural onde foram construídas réplicas de prédios famosos do mundo. Em setembro é realizada a Feira Binacional Equador-Peru além da procissão em honra da Virgem de El Cisne.