Luís de Albuquerque de Melo Pereira e Cáceres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luis de Albuquerque de Melo Pereira e Caceres.jpg

Luís de Albuquerque de Melo Pereira e Cáceres (Ladário, 21 de outubro de 17397 de julho de 1797) foi um militar e administrador colonial português.

Fidalgo cavaleiro da Casa Real, capitão de infantaria e ajudante-de-ordens do marechal-de-campo Francisco Maclean, combateu na Guerra Fantástica (1762) como alferes de cavalaria e seguiu a carreira militar até aos 31 anos, quando recebeu a nomeação para o posto no Brasil.[1]

Foi o quarto governador e capitão-general da capitania de Mato Grosso (Brasil). Tendo tomado posse em 13 de dezembro de 1772, exerceu o cargo até 1788, sendo sucedido por seu irmão, João de Albuquerque de Melo Pereira e Cáceres.

Durante o seu governo foram erguidos o Forte de Coimbra e o Real Forte Príncipe da Beira, e fundadas Albuquerque (atual cidade de Corumbá), Ladário (em homenagem à sua terra natal em Viseu), Vila Maria (atual Cáceres), Casalvasco (atual Vila Bela da Santíssima Trindade), Salinas e Corixa Grande, consolidando o domínio português na região diante dos domínios da Coroa espanhola na América.

O dinamismo de sua atuação na fixação das fronteiras da coroa portuguesa no extremo ocidental do Brasil é expresso por uma referência que lhe foi feita pelo governador espanhol de Santa Cruz de la Sierra, à época: O mais ambicioso dos governadores portugueses.

Em 1792 é nomeado pela rainha D. Maria I conselheiro de capa e espada do Conselho Ultramarino, vindo a falecer cinco anos depois.

Em Portugal foi responsável por mandar construir a Casa da Ínsua em Penalva do Castelo, acumulando aí uma das mais valiosas bibliotecas sobre o Brasil do século XVIII, infelizmente esta seria consumida por um incêndio no final do século XX.[1]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Mendonça, Rubens de, Enciclopédia de nomes mato-grossenses.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Luís Pinto de Sousa Coutinho
Governador de Mato Grosso
1772 — 1789
Sucedido por
João de Albuquerque de Melo Pereira e Cáceres


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. a b Gil, Júlio (1992). Os mais belos Palácios de Portugal. Lisboa: Editorial Verbo. 64 páginas