Luiz Morier

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Luiz Morier (Rio de Janeiro, 13 de Setembro de 1951) é um fotojornalista brasileiro[1]. Morier começou a carreira de repórter-fotográfico no extinto jornal Última Hora, em 1977. Também teve passagens pelo O Globo e trabalhou como freelancer no Estadão. No Jornal do Brasil trabalhou mais de 25 anos.[2] Nos últimos anos vem fazendo freelancer para várias empresas.[3]

Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

Vencedor do Prêmio Esso por duas vezes, com as fotos "Todos Negros" (1983)[4] e "Inferno no Paraíso" (1993).[5]

Referências

  1. «Luiz Morier: Marcas para a História | ABI». www.abi.org.br. Consultado em 9 de julho de 2018 
  2. Luiz Morier - perfil. Página acessada em 6 de março de 2013.
  3. «Luiz Morier - Convidado PEF2018». Paraty em Foco 2018. FESTIVAL INTERNACIONAL DE FOTOGRAFIA. Consultado em 9 de julho de 2018 
  4. 1983 Arquivado em 3 de dezembro de 2014, no Wayback Machine., acesso em 06 de março de 2013
  5. 1993, acesso em 06 de março de 2013