Saltar para o conteúdo

Lynxfilm

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Lynxfilm
Privada
Atividade Animação
Live-action
Fundação 1957 (como Lince Filmes)
1959 (como Lynxfilm)
Fundador(es) Amadeu Mêmolo Júnior;

César Mêmolo Júnior; Galileu Garcia; Henry Edward Fowle (Chick Fowle); José Aliado Brasil Scatena; Ruy Perotti Barbosa; Sady Carnot Scalante;

Sede Cidade de São Paulo, São Paulo,
 Brasil
Produtos Publicidades
Vinhetas
Filmes

A Lynxfilm foi uma produtora brasileira de filmes, em live-action e animação, principalmente comerciais, fundada em 03 e maio de 1957, em uma pequena sala na Avenida Ipiranga em São Paulo por César Mêmolo Júnior que detinha 90% do capital e seu tio Amadeu Mêmolo Júnior, com uma participação de 10% .Com a abertura da empresa o nome inicial foi como Lince Filmes Ltdas, Cesar Mêmolo deu o mesmo nome do setor hoteleiro de seu pai. Por questões de direitos autorais em 1959 o nome passou para Lynxfilm S/A.

Em meados da década de 1960, quase 70% dos filmes produzidos pela produtora eram de animação. Várias técnicas eram utilizadas, como a animação tradicional e stop-motion.

Lá foram produzidos os famosos comerciais da Varig, aberturas de programas de diversas emissoras de TV, até comerciais como os dos Fósforos Fiat, filmado com maquetes animadas quadro-a-quadro.

Em 1973, Ruy Perotti deixou a Lynxfilm.

Um dos filmes produzidos foi Contos Eróticos (1977), composto de quatro episódios, de dramas e comédias eróticas, Arroz e Feijão, As Três Virgens, O Arremate e Vereda Tropical.[1]

Alguns Clientes

[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas

[editar | editar código-fonte]