Macário II de Jerusalém

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Macário.

Macário II de Jerusalém foi o patriarca de Jerusalém por duas vezes, entre 544 e 552 e entre 564 e 574. Seu episcopado ocorreu durante uma época de ferozes disputas cristológicas na parte final do reinado do imperador Justiniano I (r. 527–565).

Vida e obras[editar | editar código-fonte]

A parte inicial da vida de Macário é desconhecida. Com a morte do patriarca Pedro, em 544, os monges origenistas de Jerusalém instalaram Macário como patriarca. Porém, o imperador Justiniano, um ferrenho ortodoxo, preferia Eustóquio, o ecônomo da Igreja de Alexandria. Em 552, Justiniano finalmente depôs Macário e apontou seu preferido para sucedê-lo[1].

Após um período tumultuado como patriarca lutando contra os origenistas e monofisitas, Eustóquio foi também deposto e Macário retornou ao trono patriarcal. Mesmo sendo considerado como um origenista por muitos, Macário fez questão de condenar a doutrina antes de sua segunda elevação[1].

Macário morreu em 574.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Macário II de Jerusalém
(544 - 552 / 564 - 574)
Precedido por: PatriarchsCross.svg
Lista sucessória dos patriarcas de Jerusalém
Sucedido por:
Pedro
Eustóquio
51.º Eustóquio
João IV


Referências

  1. a b «A História da Igreja de Jerusalém» (em inglês). More Who is Who. Consultado em 26 de maio de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]