Madureira Feijó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


João de Morais Madureira Feijó (1688 — 1741) foi um ortografista português, primariamente conhecido pela sua autoria da obra Orthographia, ou Arte de Escrever, e pronunciar com acerto a Lingua Portugueza, de 1734, considerado o expoente da defesa de uma ortografia portuguesa com base etimológica.

Madureira Feijó foi natural de Trás-os-Montes, onde nasceu a 24 de Março de 1688, na antiga reitoria de São Gens do lugar de Parada (Bragança), filho de Álvaro Annes de Moraes Madureira, e de D. Theodora Pinto do Lago.

Tornou-se bacharel em teologia pela Universidade de Coimbra e desempenhou o cargo de prior em Ançã. Foi também presbítero do hábito de S. Pedro, e mestre do Duque de Lafões D. Pedro Henrique de Souza Tavares Mascarenhas da Silva.

Morreu a 29 de Outubro de 1741.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Maria Filomena Gonçalves (1992). «III, "João de Moraes Madureira Feijo, ortografista"; seção 1.1, "Biografia"». Madureira Feijó, ortografista do século XVIII (PDF). Lisboa: Ministério da Educação; Instituto de Cultura e Língua Portuguesa. p. 46