Duque de Lafões

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde abril de 2017)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
  título nobiliárquico
  Casa de Lafões
Armas duques lafões.png

Casa(s) Materna(s)
Casa de Bragança e
Família Sousa, Marqueses de Arronches
Títulos incorporados
Senhorio de Casa de Sousa
Condado de Miranda do Corvo (1611)
Marquesado de Arronches (1674)
Ducado de Lafões (1718)
Ducado de Miranda do Corvo (1796)[carece de fontes?]
Cargos e Honras
Alcaide-Mor de Arronches
Mordomo-Mor (1801)
Fundador(es) da Casa
O infante Miguel de Bragança (bastardo de D. Pedro II) casou com Luísa Casimira de Sousa Nassau e Ligne (rica herdeira da ‘Casa de Sousa’). O primogénito, Pedro Henrique de Bragança, veio a ser o 1.º duque de Lafões

O título de Duque de Lafões foi criado por decreto de 17 de Fevereiro de 1718 e confirmado por carta de 5 de Setembro do mesmo ano, do rei D. João V de Portugal, em favor de seu primo D. Pedro Henrique de Bragança, filho do infante D. Miguel de Bragança, um filho ilegítimo que seu pai Pedro II de Portugal tivera de uma senhora francesa de nome Ana Armanda de Vergé.

Não tendo gerado descendência legítima, o título passou para o irmão, o general D. João Carlos de Bragança e Ligne de Sousa Tavares Mascarenhas da Silva, o mais famoso duque daquele título. Entretanto, a mãe de ambos, Luísa Casimira de Sousa Nassau e Ligne, foi a primeira a usar o título de duquesa de Lafões.

Lista de Duques de Lafões[editar | editar código-fonte]

D. Luísa Casimira de Sousa Nassau e Ligne (1694-1729), casada com o filho bastardo de D. Pedro II de Portugal, D. Miguel de Bragança, usou o título de duquesa (não titular) de Lafões.

Titulares
  1. D. Pedro Henrique de Bragança (1718–1761), primogénito dos anteriores.
  2. D. João Carlos de Bragança e Ligne de Sousa Tavares Mascarenhas da Silva (1719–1806); irmão do antecessor.
  3. Ana Maria de Bragança e Ligne de Sousa Tavares Mascarenhas da Silva (1797–1851).
  4. D. Caetano Segismundo de Bragança e Ligne de Sousa Tavares Mascarenhas da Silva (1856–1927); neto da antecessora.

Referências/Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • "Nobreza de Portugal e do Brasil" – Vol. II, pág. 659-662. Publicado por Zairol Lda., Lisboa 1989.