Manipulação do clima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um tornado em Oklahoma, Estados Unidos. Pesquisadores de manipulação do clima aspiraram eliminar ou controlar fenômenos climáticos perigosos como este.

A manipulação do clima é o ato de intencionalmente manipular ou alterar o clima. A forma mais comum de manipulação do clima é a semeadura de nuvens para aumentar a precipitação de chuva ou neve, normalmente com o propósito de aumentar o abastecimento de água local.[1] A manipulação do clima também pode ter o objetivo de evitar a ocorrência ou enfraquecer fenômenos climáticos de potencial destrutivo, tais como granizo ou furacões; ou provocar catástrofes climáticas contra inimigos ou rivais, como uma arma militar. A manipulação do clima para usos de guerra ou qualquer outro propósito hostil foi proibida pela ONU.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Gelt, Joe. «Weather Modification: A Water Resource Strategy to be Researched, Tested Before Tried». University of Arizona. Consultado em April 17, 2012  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  2. «Convention on the Prohibition of Military or Any Other Hostile Use of Environmental Modification Techniques» United States Department of State [S.l.] Cópia arquivada desde o original em 14 de setembro de 2007. Consultado em 28 de setembro de 2007