Manuel Lacunza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Manuel de Lacunza.

Manuel de Lacunza (nascido em Santiago, Chile a 1731; morto em Imola, Itália a 18 de junho de 1801) foi um jesuíta proponente de uma teologia milenarista.

Exilado do Chile em 1768 quando Carlos III expulsou todos os jesuítas de seus domínios, estabeleceu-se na Itália.

O livro de Lancuza La venida del Mesías en gloria y majestad, observaciones de Juan Josafat Ben-Ezra [1] foi publicado na Espanha em 1811 e banido pela Igreja Católica Romana em 1819. O escocês Edward Irving traduziu e publicou-o em 1827 sob o título de The Coming of the Messiah. Lancuza previa a iminente volta de Jesus Cristo e pesquisava sinais na história que evidenciaria sua tese. As ideias de Lancuza, via Irving, influenciaram o dispensacionalismo e os milleritas.

Referências

  1. Juan Josafat Ben-Ezra era seu pseudônimo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.