Margarida Fonseca Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde dezembro de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde dezembro de 2014).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Margarida Fonseca Santos
Nome completo Margarida Maria Gouveia Fonseca Santos
Nascimento 29 de novembro de 1960 (56 anos)
Lisboa,  Portugal
Prémios Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca (1996)

Prémio Revelação de Ficção APE/IPLB (1996)

Género literário Romance, literatura infantil, conto
Magnum opus Um Pombo chamado Colombo

Margarida Fonseca Santos (Lisboa, 29 de Novembro de 1960) é uma escritora, formadora e dramaturga portuguesa. Escreveu já mais de uma centena de livros em língua portuguesa, entre ficção, literatura infantojuvenil e não-ficção (ver Obra).

Começou a escrever em 1993. Estudou Escrita Criativa, Escrita para Teatro, Guionismo e Curta-Metragem.

Terminou o Curso Superior de Piano no Conservatório Nacional de Lisboa. Foi professora de Pedagogia e de Formação Musical em várias escolas, nomeadamente na Escola Superior de Música de Lisboa, entre 1990 e 2005.

Em 2005 deixa a ESML para se dedicar à escrita, dinamizando oficinas de escrita criativa, escrita para teatro e escrita para crianças e jovens, nomeadamente na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Católica], na Restart e EC.ON Escrita Criativa Online.

Tem vários livros publicados, sendo a maioria na área do infantojuvenil, estando mais de metade destes livros incluídos no Plano Nacional de Leitura.

Margarida Fonseca Santos é uma autora agenciada pela Bookoffice.

Prémios[editar | editar código-fonte]

  • 1996, venceu o Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca[1] com «O Degrau de Cima».
  • 1996, Prémio Revelação em Ficção APE/ IPLB com o livro Uma Pedra Sobre o Rio.
  • Prémio Literário Manuel Teixeira Gomes com o livro O N.º 11 (2007/2008).
  • Menção Honrosa no Prémio Literário Orlando Gonçalves[2] com o livro de contos Fragmentos.

Obra[editar | editar código-fonte]

Escreve regularmente para teatro, tanto para crianças como para adultos, de onde se destacam as peças Sobre Matemática, O Navio dos Rebeldes[3], António, Bispo do Porto[4] e A Filha Rebelde[5] (adaptação).

É autora do manual de escrita criativa Escrita em Dia (Clube do Autor, 2013) e coautora de Quero ser Escritor! (Oficina do Livro, 2007, com Elsa Serra). É também coautora da colecção «7 irmãos» (com Maria João Lopo de Carvalho), da colecção «As Aventuras de Colombo» (com Maria Teresa Maia Gonzalez) e da colecção «Fábulas a Três Mãos» (com Rita Vilela e Maria Teresa Maia Gonzalez). Tem dois livros de canções para crianças publicados: Histórias de Cantar (Juventude Musical Portuguesa, 2005 – esgotado) e O Segredo da Floresta (Genius y Meios, 2011).

Dos romances publicados destacam-se Uma Pedra sobre o Rio (Oficina do Livro, 2010), De Nome, Esperança (Oficina do Livro, 2011), Deixa-me Entrar na tua Vida (Clube do Autor, 2012), sendo o seu mais recente romance De Zero a Dez][6] (Clube do Autor, 2014).

Colabora com o Suplemento de Educação do Jornal de Letras, Artes e Ideias, com um conto a cada edição.

É responsável pelo blogue Histórias em 77 palavras (escrita criativa, com ilustrações de Francisca Torres), com uma rubrica diária na Rádio Sim.


Ficção para adultos[editar | editar código-fonte]

  • Uma Pedra Sobre o Rio (1999, Difel; reedição na Biblioteca Prestígio do jornal Diário de Notícias. Prémio Revelação da APE/IPLB, 1996)
  • Escrito a Lápis (2001, Difel)
  • O Degrau de Cima (2001, Garrido Editores)
  • «Mais poste, menos poste» (2004, Padrões Culturais Editora. Conto inserido na coletânea «Margens – Outros de nós» da revista Cais)
  • Começar de Novo, (2008, Oficina do Livro)
  • O N.º 11 (2008, Ed. Colibri e C.M. de Portimão, Prémio Literário Manuel Teixeira Gomes)
  • Histórias para Contar Consigo (2008, Oficina do Livro, em coautoria com Rita Vilela)
  • Brincar com Coisas Sérias (2010, Oficina do Livro, em coautoria com Rita Vilela)
  • De Nome, Esperança (2011, Oficina do Livro)
  • Deixa-me Entrar na tua Vida(2011, Clube do Autor)
  • De Zero a Dez (2014, Clube do Autor)

Ficção para adolescentes[editar | editar código-fonte]

  • A cegonha quer… mas não manda! (2001, teatro. Disponível para download aqui).
  • Será que tudo me acontece por acaso? (2003, Editorial Presença)
  • O primeiro ano de uma escola fantástica (2004, Editorial Presença, 1ª edição; reedição: 2013)
  • O segundo ano da nossa escola fantástica (2004, Editorial Presença; reedição em 2013)
  • O livro misterioso (2005, Editorial Presença)
  • O terceiro ano da nossa escola fantástica (2005, Editorial Presença)
  • Encruzilhada no tempo (2006, Editorial Presença)
  • Temos mesmo de esperar até segunda-feira (2006, Editorial Presença)
  • O Aprendiz de Guerreiro – O Reino de Petzet (2007, Editorial Presença; reedição: 2013)
  • O Nosso Clube de Teatro (2008, Editorial Presença)
  • Um Passo em Frente – O Reino de Petzet (2008, Editorial Presença; reedição 2013
  • O Combate Final – O Reino de Petzet (2008, Editorial Presença; reedição: 2013)
  • Coleção «Génios do Mundo» (Zero a Oito): Einstein, Beethoven, Marie Curie e Pasteur (2008); Sócrates, Galileu, Shakespeare, Picasso (2009)
  • Reconstruir as Lendas – Petzet (2009, Trinta por uma linha)
  • Avançar na Sombra – Petzet (2010, Trinta por uma linha)
  • Saber ao Certo (2012, Estampa; design Francisca Torres)

Ficção para pré-adolescentes[editar | editar código-fonte]

  • Há dias assim... (2002, Garrido Editores; ilustrações de Carla Nazareth)
  • O Peixe Azul (2004, Editorial Presença)
  • Um Pombo Chamado Colombo (2007, Editorial Presença, em coautoria com Maria Teresa Maia Gonzalez; ilustrações de Inês do Carmo)
  • Missão quase impossível, (2007, Editorial Presença, em co-autoria com Maria Teresa Maia Gonzalez; ilustrações de Inês do Carmo)
  • Prémio Asa de Prata (2007, Editorial Presença, em co-autoria com Maria Teresa Maia Gonzalez; ilustrações de Inês do Carmo)
  • Ao encontro do Brasil (2007, Sete Caminhos; Teatro)
  • Um quadro falador (2007, Sete Caminhos; Teatro)
  • 7x25 – Histórias da liberdade (2008, Gailivro; ilustrações de Inês do Carmo)
  • O Boião Mágico (Editorial Verbo, 2009, colecção «Terra Verde», ilustrações de Paulo Monteiro; 2013, Editorial Presença)
  • O nó dos livros (2009, Trinta por uma linha, ilustrações de Gabriela Sotto Mayor)
  • Maria, os Segredos da Irmã Mais Velha (2009, Oficina do Livro, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho)
  • Miguel nunca Desiste (2009, Oficina do Livro, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho)
  • Mónica, a Maria-rapaz (2009, Oficina do Livro, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho)
  • 7x1910 - Histórias da República (2010 Gailivro, ilustrações de Inês do Carmo)
  • Maria Atravessa o Atlântico (2010, Oficina do Livro, em co-autoria com Maria João Lopo de Carvalho)
  • Mariana e Manuel, Gémeos em Sarilhos (2010, Oficina do Livro, em co-autoria com Maria João Lopo de Carvalho)
  • 7x11 - Histórias do futebol (2011, Gailivro, ilustrações de Inês do Carmo)~
  • Memória de Elefante (2011, Babel, coleção «Fábulas a 3 mãos», em coautoria com Rita Vilela e Maria Teresa Maia Gonzalez e ilustrações de Cristina Malaquias)
  • O Tubarão Vegetariano (2011, Babel, coleção «Fábulas a 3 mãos», em coautoria com Rita Vilela e Maria Teresa Maia Gonzalez e ilustrações de Cristina Malaquias)
  • Uma Questão de Azul-escuro (2011, Gailivro, ilustrações de Sandra Serra; editado no Brasil pela LeYa, 2013)
  • Miguel Contra-ataca (2011, Oficina do Livro, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho)
  • Mónica, Uma Montanha de Emoções (2011, Oficina do Livro, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho)
  • Mariana e Manuel, Numa Curva do Caminho (2011, Oficina do Livro, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho)
  • Conjunto Singular (2012, Estampa)
  • Margarida Muda de Escola (2011, Oficina do Livro, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho)
  • Família Machado, Uma Equipa Fantástica (2012, Oficina do Livro, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho)
  • E Agora, Rafa? (2012, Oficina do Livro, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho)
  • Sozinhos em Casa (2013, Oficina do Livro, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho)
  • A Madalena e Eu (2013, Oficina do Livro, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho)
  • Mónica e Mariana, irmãs e rivais? (2014, Oficina do Livro, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho)
  • Margarida em Apuros (2014, Oficina do Livro, em coautoria com Maria João Lopo de Carvalho)

Ficção para crianças[editar | editar código-fonte]

  • Histórias de Papel e Lápis (2000, Vega, ilustrações de Abraão Tavares)
  • «Um Nome, Um Sentido» (2004, Texto Editora, conto inserido na coletânea Contos de um Mundo com Esperança, uma iniciativa da Amnistia Internacional nas Comemorações dos Direitos da Criança)
  • Coisas Pequenas (Vega, 2004, ilustrações de Richard Câmara)
  • Uma Prenda Muito Especial (2004, Editorial Presença, ilustrações de Manuela Bacelar)
  • Chamo-me Frik e já Tenho Dono (2005, Editorial Presença, ilustrações de Carla Nazareth
  • O Primeiro Natal do Frik (2005, Editorial Presença, ilustrações de Carla Nazareth)
  • A Festa da Passagem de Ano (2006, Editorial Presença, ilustrações de Carla Nazareth)
  • Um Dia na Praia (2006, Editorial Presença, ilustrações de Carla Nazareth)

Conto «A visita misteriosa» na coletânea As Histórias do Bicas (2006, Federação Portuguesa de Desporto para Deficientes)

  • Era Uma Vez um Sonho (2007, Edição da Câmara Municipal do Cacém por ocasião das comemorações do aniversário da Biblioteca Manuel da Fonseca; ilustrações de Gabriela Semedo)
  • Rafaela (2007, Editorial Presença, com ilustrações de Inês do Carmo)
  • O Escaravelho (2009, Ogilvy – Ajuda de Berço, com ilustrações de Carla Nazareth)
  • Uma Cegonha em Apuros (2009, Gailivro, ilustrações de Carla Nazareth)
  • Chamem-lhes Nomes! (2009, Texto Editora, coleção «Gramofone», ilustrações de Afonso Cruz)
  • O Domínio do Dominó e Outras Histórias (2010, Texto Editora, coleção «Gramofone», ilustrações de Afonso Cruz)
  • Desarrumar (2010, Gailivro, coleção «Brincar com...», ilustrações de Inês do Carmo)
  • Falha de Cálculo (2010, Gailivro, coleção «Brincar com...», ilustrações de Inês do Carmo)
  • As Melhores Canções para Crescer (2010, Oficina do Livro; é autora de um caderno de atividades no livro; ilustrações de Miguel Gabriel)
  • Conversa de Elefantes (2011, Everest, ilustrações de Richard Câmara)
  • Os Baltazar (2013, Nós na Linha, ilustrações de Miguel Gabriel. Livro de Natal Sonae)
  • Tinóquio (2013, Zero a Oito, Coleçcão Histórias Nada Tradicionais, ilustrações de Célia Fernandes)
  • Branca e os Sete Pirilampos (2013, Zero a Oito, Coleçcão Histórias Nada Tradicionais, ilustrações de Célia Fernandes)

Textos para teatro (adultos)[editar | editar código-fonte]

  • Texto do musical O Navio dos Rebeldes (2002, Teatro da Trindade, sobre a Crise Académica de 62. Encenação de Claudio Hochman; música de César Viana; letras de José Fanha)
  • Texto do musical António, Bispo do Porto (2006, Teatro Seiva Trupe. Encenação de Júlio Cardoso; música de Carlos Azevedo)
  • A Filha Rebelde (Teatro Nacional D. Maria II, baseado no livro do mesmo nome de J. P. Castanheira e V. Cruz. Encenação de Helena Pimenta, tendo igualmente sido representada em Espanha, no Teatro de Madrid, e no Porto, no FITEI, 2007)

Obras de teatro (crianças)[editar | editar código-fonte]

  • Falha de Cálculo (2000, Teatro da Trindade, Comemorações do Ano Mundial da Matemática. Encenação de Bruno Schiappa. Em cena até 2010, com reposições no Teatro da Trindade e no Seiva Trupe, algumas com encenação de Carlos António)
  • Problema, Qual problema?! (2000, Teatro da Trindade, Comemorações do Ano Mundial da Matemática. Encenação de Bruno Schiappa)
  • Hipotnozes (2001, Teatro da Trindade. Encenação de Bruno Schiappa)
  • Desarrumar (2004, Teatro da Trindade. Encenação de Bruno Schiappa. Reposições no Teatro da Trindade e no Seiva Trupe, algumas com encenação de Carlos António)
  • Saco de Histórias (2004, Bicateatro, escreveu as três histórias que deram origem ao espectáculo. Encenação de Maria João Miguel)
  • A Grande Fantasia de Natal (2006, Teatro da Trindade e Centro Cultural de Belém, guião do espetáculo escrito para o Museu das Crianças)
  • Quando os Bichos se Reúnem (2007, 1.ª versão; O Reencontro dos Bichos, 2ª versão para o Bicateatro; 2009, Street Garden, 3.ª versão. Adaptação de duas fábulas de La Fontaine)
  • Casa Europa (2009, Instituto Jacques Delors e Nós na Linha, escreveu texto da peça de teatro de animação)
  • Fantástica Matemática (2010, para Carlos Martins da Fonseca, encenado no Museu das Crianças, escreveu a peça)
  • Matemática, Para Quê?! (2011, para o Bicateatro, escreveu a peça)

Obras de teatro para crianças (adaptações)[editar | editar código-fonte]

  • Viagem Interplanetária (2000, Companhia de Teatro de Aveiro, adaptação da peça O Homem que Via Passar as Estrelas, de Luís Mourão)
  • Adaptação do conto Quebra-Nozes, de E.T. Hoffmann para a versão concerto (2005, para a Orquestra Metropolitana de Lisboa)

Livros de Canções[editar | editar código-fonte]

  • Histórias de Cantar (2005, Juventude Musical Portuguesa, ilustrações de Carla Nazareth e orquestrações de Francisco Cardoso)
  • O Segredo da Floresta (2011, Genius y Meios, ilustrações de Carla Nazareth e orquestrações de Francisco Cardoso)
  • Voar? Vamos a isto! (2014, Genius y Meios, ilustrações de Carla Nazareth e orquestrações de Francisco Cardoso – para TAP – Air Portugal)

Espetáculos musicais para crianças[editar | editar código-fonte]

  • Colher de Pauta (1998, Centro Cultural de Belém. Texto do espetáculo musical dirigido por Madalena Wallenstein, em cena em março/abril no Festival dos 100 Dias; reposição em janeiro/fevereiro de 1999 no ACARTE, Fundação Calouste Gulbenkian)
  • CantaStórias (2010, para Genius y Meios. Texto, letra e música; orquestrações de Francisco Cardoso)
  • O Segredo da Floresta (2012, para Genius y Meios. Texto, letra e música; orquestrações de Francisco Cardoso)
  • De Cor e Salteado (2014, para Genius y Meios. Texto, letra e música; orquestrações de Francisco Cardoso)

Livros de Escrita Criativa[editar | editar código-fonte]

  • Jogging para Escribas (1998, Fenda, Aula do Risco - Escrita Criativa, em parceria com Cláudia Novais, Luís Oliveira Martins, Paula Santos e Paulo Hasse Paixão)
  • Quero Ser Escritor (2007, Oficina do Livro, em coautoria com Elsa Serra)
  • Escrita em Dia (2012, Clube do Autor)

Publicações em jornais e revistas[editar | editar código-fonte]

  • «A Vingança, Histórias da Música» (1999, revista Arte Musical n.º 14 . Disponível para download aqui)
  • «Dois contos à procura de livro» (2002, dezembro, revista O Escritor, n.º 18/19/20, Associação Portuguesa de Escritores)
  • «Conversas» (2006, peça de teatro na revista Cenas, public. cultural, n.º7 – disponível para download aqui)
  • «A Inquieta» (2006, novembro-dezembro, reedição de um conto do livro Histórias de Papel e Lápis, revista Psicologia Actual – disponível para download aqui)
  • Suplemento de Educação, Jornal de Letras, Artes e Ideias (Mensalmente desde outubro de 2012)
  • «Fazendo de conta que é Natal» (Natal de 2014, revista Somos Livros, Bertrand – disponível para download aqui)

Para cinema[editar | editar código-fonte]

  • À Cautela (2000, sitcom para os IV Encontros de Teatro, Formação e Lazer do Teatro da Trindade)
  • Uma Pedra Sobre o Rio (2000, adaptação do romance com o mesmo título, nunca produzida)

Prémios[editar | editar código-fonte]

  • O Degrau de Cima (1996, Prémio Nacional de Conto Manuel da Fonseca)
  • Uma Pedra Sobre o Rio (1996, Prémio Revelação em Ficção APE / IPLB)
  • O N.º 11 (2007/2008, Prémio Literário Manuel Teixeira Gomes)
  • Fragmentos (2013, Menção Honrosa no Prémio Literário Orlando Gonçalves, Almada - disponível para leitura no blogue)

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Perfil no Jornal de Letras, Artes e Ideias, edição de 16 a 29 de novembro de 2011.