Restart

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para o álbum homônimo da banda, veja Restart (álbum).
Restart
Restart em 2009:
a partir do canto superior esquerdo: Pe Lanza, Pe Lu, Thomas e Koba
Informação geral
Origem São Paulo, São Paulo
País Brasil
Gênero(s) Teen pop  · pop rock  · Banda colorida
Período em atividade 2008—2015
Gravadora(s)
  • ArtMix
  • Maynard Music
  • Radar Records
Ex-integrantes Koba
Pe Lanza
Pe Lu
Thomas

Restart foi uma banda brasileira de pop rock formada em 2008 em São Paulo pelos músicos Pe Lanza (vocais e baixo), Pe Lu (vocais e guitarra), Koba (guitarra e vocais) e Thomas (bateria). Após ganhar reconhecimento na internet em sites como Myspace e YouTube, eles foram contratados pela distribuidora Radar Records e lançaram seu primeiro álbum de estúdio, Restart (2009), sendo certificados com ouro pela Pro-Música Brasil e produzindo singles como "Recomeçar", "Vou Cantar" e "Levo Comigo". Em 2010, eles lançaram seu primeiro álbum ao vivo, Happy Rock Sunday. A partir disso, eles também passaram a atrair atenção do público e mídia por suas vestimentas quase que sempre compostas por roupas coloridas, principalmente calças, passando a liderar e abrir caminho para uma dissolução de outras bandas com visual e sonoridade similares às suas no Brasil, entre o final da década de 2000 e início da década de 2010, cujo o fenômeno ficou conhecido como "bandas coloridas".

Ainda em 2010, foi lançado o segundo álbum de estúdio da banda, intitulado By Day (2010), cujo lançamento foi precedido por um único single, "Pra Você Lembrar". Seu terceiro álbum de estúdio, Geração Z (2011), produziu duas canções de sucessoː "Menina Estranha" e "Minha Estrela". Entre 2011 e 2012, visando ampliar seu público, se tornaram apresentadores do game show Estação Teen, da RedeTV!. No início de 2014, eles adotaram uma imagem mais madura, sem uso das vestimentas antigas e reformularem seu estilo musical, liberando o extended play (EP) Renascer, com as canções "Renascer" e "Te Deixar". Em 2015, após um tempo preparando novas canções para um novo álbum, a banda anunciou sua separação.

Carreira[editar | editar código-fonte]

2008—2010: Primeiro álbum e sucesso internacional[editar | editar código-fonte]

Os quatro estudantes, Pedro Gabriel Lanza Reis, Pedro Lucas Munhoz, Lucas Kobayashi Souza e Thomas Alexander Machado D'Ávila, se conheceram em 2004 por meio de amigos em comum, fazendo todos parte de outras bandas; a C4 foi fundada em agosto de 2008 sob um estilo emocore semelhante a bandas como NX Zero e Fresno. Em abril de 2009, eles decidiram "reinventar" a banda passando para o estilo pop rock e teen pop, com influências do power pop e estéticas coloridas. A sonoridade começou a ser influenciada por bandas de pop rock americanas como All Time Low, Fall Out Boy e Taking Back Sunday, além de mudar o nome da banda para Restart. O novo estilo presente no segundo EP do grupo alcançou rapidamente alta popularidade entre adolescentes e por meio de sites como Myspace e YouTube. Começando a fazer shows em todo o estado de São Paulo, seus integrantes tornaram-se nacionalmente conhecidos por usar roupas coloridas, principalmente calças, que fazem parte da vestimenta de músicos de um novo mix de estilos chamados por eles de happy rock, o que passou a influenciar a vestimenta de muitos jovens, principalmente nos anos de 2010 e 2011.[1]

Seu primeiro disco foi lançado em 22 de novembro de 2009, intitulado Restart. Ele trouxe apenas dois singlesː "Recomeçar" e "Levo Comigo",[2] além de comerciais exibidos na Rede Record e Nickelodeon. A avaliação da crítica foi mediana, tendo recebido 3/5 estrelas do CanalPop[3] e 3.5/5 da AllMusic.[4] O álbum Restart vendeu 50 mil cópias em apenas sete meses, sendo certificado com um disco de ouro[5] pela Associação Brasileira de Produtores de Discos (ABPD), e posteriormente com platina, pela venda de 100 mil cópias, recebido no palco do programa Domingão do Faustão, da Rede Globo.[6] A banda também participou de uma edição do Casseta & Planeta, Urgente! que foi ao ar na Globo em 10 de agosto de 2010.[7]

A banda passou a ter enorme repercussão na Internet após cancelamento de tarde de autógrafos na livraria Fnac da Avenida Paulista, em São Paulo, durante a tarde do dia 28 de abril de 2010.[8] Em nota, os integrantes divulgaram uma mensagem mencionando que não esperavam um evento com mais de 3.000 pessoas e decidiram adiá-lo, mesmo levando em conta o esforço de muitos visitantes para chegar com até um dia de antecedência para receber uma das 250 senhas (e o recebimento de uma pulseirinha indicativa) para garantir preferência na entrada.[9][10] A multidão só abandonou o prédio após a intervenção da polícia.[11][12] O incidente ganhou grande repercussão no YouTube, após a adolescente Georgia Massa chamar o incidente de "uma puta falta de sacanagem".[13] Esse bordão foi indicado ao Video Music Brasil 2010 na categoria de "Webhit".[14]

A banda Restart saiu como a maior vencedora do prêmio musical Video Music Brasil, exibido pela MTV Brasil, na edição de 2010, vencendo as categorias "Revelação", "Pop", "Artista do Ano", "Hit do Ano" (com "Levo Comigo") e "Videoclipe do Ano" (com "Recomeçar").[15] Porém, no momento do anúncio da vitória do principal prêmio do evento, o de "Artista do Ano", a banda recebeu muitas vaias do público local presente, assunto que rapidamente tornou-se o mais comentado do Twitter.[16][17]

Após um ano primeiro intenso de sucesso nacional, em 6 de dezembro de 2010 a banda lançou seu segundo álbum, By Day, e um único single, "Pra Você Lembrar". Mesmo com uma divulgação menor, o disco vendeu bem no primeiro semestre de 2011 e também foi certificado como disco de ouro pela venda de 40 mil cópias. O álbum trouxe seis músicas inéditas, além de outras seis regravações em espanhol e fez apresentações na Argentina e no Uruguai.[18] A primeira regravação nesta língua foi a de "Levo Comigo", que foi intitulada como "Te Llevo Comigo", que foi lançada como single em cinco países: Argentina, Uruguai, Colômbia, México e Espanha.[19]

2011—2012: Happy Rock Sunday, Geração Z e Estação Teen[editar | editar código-fonte]

Seguindo o sucesso do álbum de estreia, o primeiro DVD da banda, Happy Rock Sunday, lançado junto com seu primeiro álbum ao vivo, foi certificado como DVD de ouro pela ABPD, pelas vendas de 25 mil cópias no país. Em entrevista a revista Caras, Koba comentou: "Faz um ano que ganhamos o nosso primeiro disco de ouro com nosso primeiro CD e agora ganhamos nosso DVD de ouro quase exatamente um ano depois, nós não estávamos esperando. É claro que queríamos muito, mas não achamos que seria tão rápido, a gente se surpreende cada dia mais".[20] Posteriormente, em 2012, o álbum de mesmo nome também veio a atingir a certificação, com 60 mil cópias vendidas.[21]

Em outubro do mesmo ano, a banda lançou um novo álbum, Geração Z, descrito como um trabalho mais "pesado", tendo menos influência eletrônica do synth-pop, além de uma nova influência do reggae.[22] O disco foi o início da mudança de visual da banda do visual colorido para a utilização de um visual futurista, com ênfase nas cores dourado e prateado.[23]

Seus integrantes afirmaram que iriam participar da gravação de um filme, intitulado Restart: O Filme, com previsão de lançamento para 2012.[24] O filme contaria a história real da banda inserindo elementos de ficção[25][26] e seria filmado em 3D pela Paranoid Filmes, com previsão de estreia em dezembro de 2011.[27] O filme, entretanto, foi cancelado.[28]

Ademais, havia o projeto de lançar um livro com depoimentos de fãs e respostas a perguntas.[29] Em agosto de 2011, o livro foi lançado com o título Coração na Mão, da jornalista Fátima Gigliotti, pela editora Benvirá. Em 2012, o filme acabou sendo cancelado pelo grupo por "não ser prioridade", quando eles também estavam em negociação com a RedeTV! para a apresentação de um novo game show do canal chamado Estação Teen, o qual eles passaram a apresentar em junho de 2012, dois meses após sua estreia, substituindo Dudu Surita.

No final de 2012, a banda anunciou que seu novo CD Restart pra Sempre... e Sempre contaria com regravações da banda Legião Urbana. O CD tinha lançamento previsto para janeiro de 2013,[30] porém acabou sendo cancelado.

2013—15: Renascer e separação[editar | editar código-fonte]

Em 2013, a banda lançou um novo extended play (EP), intitulado Renascer, apostando em uma sonoridade mais madura, com um visual menos colorido. A grande novidade para os fãs do grupo foi que todas essas músicas foram lançadas em videoclipe. O primeiro single, "Renascer", já havia sido lançado anteriormente e depois todas as outras três faixas foram disponibilizadas.[31] Em março de 2015, após um tempo preparando novas canções para um novo álbum, a banda anunciou sua separação; "Pensamos muito antes de chegar nesse ponto e sentimos que é uma ofensa não compartilhar mais esse nosso momento com vocês. Precisamos respirar, descansar, pensar em tudo. Vivemos muito nesses 7 anos, e como quem volta cansado de uma longa viagem, a gente só quer dar um cochilo, uma esticada no corpo. Nunca estivemos tão bem entre nós quatro e sentimos nosso maior amadurecimento nessa decisão, com certeza, uma das mais duras que já tomamos", diz um trecho do texto divulgado. Os motivos que contribuíram para o fim, foram os poucos shows que a banda vinha fazendo nos últimos anos e projetos pessoais que cada um dos músicos estava sentindo necessidade de fazer individualmente.[32]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Em 9 de março de 2011, foi divulgado através do YouTube um vídeo no qual o baterista da banda, Thomas D'Ávila, teria supostamente ofendido os habitantes do estado do Amazonas. Nas imagens, feitas durante uma entrevista, Thomas foi questionado sobre um lugar onde gostaria de se apresentar. Como resposta, o baterista afirmou que gostaria de ir ao Amazonas para "tocar no meio do mato".[33]

Essa declaração causou desconforto entre os habitantes do estado e da Região Norte do país. Em Manaus, houve a ocorrência de alguns protestos contra a banda.[34] Entre os protestos mais conhecidos, estavam o Movimento Game Over Ignorância, composto por jovens da cidade.[35][36]

Alguns dias após a declaração de Thomas, a produtora Mega Eventos, responsável pela organização do show da banda em Manaus, cancelou a apresentação do Restart. Em nota, a empresa apresentou o motivo de "razões de ordem pública" para tal procedimento.[37]

Outra polêmica envolvendo a banda Restart foi levantada por Tico Santa Cruz, integrante da banda Detonautas. Tico Santa Cruz acusou os integrantes da banda de oportunismo, ao salientar que os mesmos cobravam dinheiro para receber os fãs em seus camarins após suas apresentações.[38]

Em 18 de agosto de 2012, o vocalista da banda, Pe Lanza foi preso por dirigir embriagado em São Paulo. O cantor teria se recusado a fazer o teste de bafômetro e foi levado à delegacia.[39]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Discografia de Restart

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «EGO - NOTÍCIAS - Raio-X de estilo: inspire-se no visual colorido e personalizado do Restart». ego.globo.com. Consultado em 11 de Abril de 2011 
  2. «Top 10 Brasil: Justin Bieber, Restart e Xuxa no podium dos CDs mais vendidos». popline.mtv.uol.com.br. Consultado em 11 de Abril de 2011. Arquivado do original em 27 de outubro de 2010 
  3. «Canal Pop: Restart: Restart». www.territoriodamusica.com. Consultado em 11 de Abril de 2011 
  4. «Restart - Restart». AllMusic. Consultado em 11 de Abril de 2011 
  5. «Restart tem 50 mil CDs vendidos e prepara novos produtos». billboard.br. BPP. 8 de julho de 2010. Consultado em 9 de julho de 2010 
  6. «Restart canta pela primeira vez no Domingão e ganha disco de platina - TV e Lazer - Extra Online». extra.globo.com. Consultado em 11 de Abril de 2011 
  7. «Casseta e Planeta - Vídeos - Rede Globo - Veja previa da participação do Restart no Casseta de 10 de agosto». casseta.globo.com. Consultado em 11 de Abril de 2011. Arquivado do original em 4 de março de 2016 
  8. «Cancelamento de evento do Restart na FNAC deixa fãs indignados - Música - Virgula». virgula.uol.com.br. Consultado em 11 de Abril de 2011 
  9. «Tumulto cancela tarde de autógrafos com a banda Restart em São Paulo - O Globo». oglobo.globo.com. Consultado em 11 de Abril de 2011 
  10. «Fnac alega falta de segurança e cancela evento com a banda Restart; assista ao vídeo - Música - Virgula». virgula.uol.com.br. Consultado em 11 de Abril de 2011 
  11. «Restart pede desculpas por tumulto em sessão de autógrafos - Terra - Música». musica.terra.com.br. Consultado em 11 de Abril de 2011 
  12. «Restart causa tumulto em São Paulo». entretenimento.r7.com. Consultado em 11 de Abril de 2011 
  13. «'Falei uma frase errada em uma entrevista e até hoje lembram disso': a jovem que virou meme há 10 anos». www.uol.com.br. Consultado em 18 de agosto de 2021 
  14. «Restart é o grande vencedor do VMB 2010». Rolling Stone. Consultado em 13 de novembro de 2010 
  15. «Premiado em 5 categorias, Restart é o vencedor do VMB 2010 - O Globo». oglobo.globo.com. Consultado em 11 de Abril de 2011 
  16. «Vaias ao Restart no VMB 2010 entram para os termos mais citados do Twitter - Saiba tudo que rola no mundo da música - Contigo!». contigo.abril.com.br. Consultado em 11 de Abril de 2011. Arquivado do original em 12 de novembro de 2010 
  17. Rafael Ramos (11 de setembro de 2011). «Confira as categorias e os indicados ao Troféu Promessas». Super Gospel. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  18. «G1 - Restart comenta letras em espanhol e viagem para Argentina e Uruguai - notícias em Pop & Arte». g1.globo.com. Consultado em 11 de Abril de 2011 
  19. «Restart grava hit em espanhol e compõe música acústica para pedir desculpas aos fãs, em especial o amigo Lucas Stablowski - 12/05/2010 - UOL Música - Da Redação». musica.uol.com.br. Consultado em 11 de Abril de 2011 
  20. «Banda Restart ganha DVD de ouro». uol.com.br. 23 de agosto de 2011 
  21. «Com fervor comercial no Brasil, Restart anuncia adiamento de filme e investimento na carreira musical pela América Latina.». Revista Veja Online. 23 de julho de 2012. Arquivado do original em 1 de maio de 2012 
  22. «Sem visual colorido, Restart anuncia lançamento do disco 'Geração Z'». Portal G1. 11 de outubro de 2011 
  23. «Do colorido ao dourado, Restart inaugura novo visual e mostra novo CD ao vivo no UOL, às 20h». UOL. 21 de outubro de 2011 
  24. «Restart anuncia que vai estrelar filme sobre a história da banda - Diversão - CAPRICHO». capricho.abril.com.br. Consultado em 11 de Abril de 2011 
  25. «Restart - O Filme». Cinema 10. Consultado em 20 de março de 2011 
  26. «Restart anuncia que vai estrelar filme sobre a história da banda». Capricho. 9 de dezembro de 2010 
  27. «Filme do Restart chega aos cinemas em dezembro de 2011». IG. 8 de dezembro de 2010. Consultado em 15 de março de 2011 
  28. Raissa Pascoal (23 de março de 2012). «Filme da banda Restart é cancelado». Veja.com. Consultado em 23 de março de 2012. Arquivado do original em 1 de maio de 2012 
  29. «Restart lançará livro reunindo depoimentos e perguntas dos fãs - Cifra Club News». www.cifraclubnews.com.br. Consultado em 11 de Abril de 2011 
  30. «Banda Restart regrava músicas do Legião Urbana para novo álbum em 2013». Erre7. Novembro–dezembro de 2012. Consultado em 27 de dezembro de 2012 
  31. «Restart lança EP e quatro videoclipes». Território da música. 6 de dezembro de 2013. Consultado em 6 de fevereiro de 2017 
  32. «Fim do Restart: conheça os motivos que contribuíram para a separação da banda». R7. 18 de março de 2015. Consultado em 6 de fevereiro de 2017 
  33. a b «Após dizer que não sabe se há civilização no Amazonas, Thomas do Restart se desculpa». R7.com. Consultado em 21 de março de 2011 
  34. «Ator diz que Piauí fica no 'c. do mundo' e tem peça cancelada». G1. Consultado em 26 de março de 2011 
  35. «Jovens em Manaus se preparam para fazer protesto pacífico em show do Restart». D24 AM. Consultado em 21 de março de 2011 
  36. «Thomas do Restart não é o único que desconhece a Amazônia». 45 Graus. Consultado em 21 de março de 2011 
  37. «Show do Restart no AM é cancelado por 'razões de ordem pública'». G1. Consultado em 26 de março de 2011 
  38. «Mente Aberta - NOTÍCIAS - Tico Santa Cruz acusa Restart de cobrar para receber fãs no camarim». revistaepoca.globo.com 
  39. EGO, Do; Paulo, em São. «Pe Lanza, da banda Restart, é detido por dirigir embriagado em São Paulo». Ego. Consultado em 16 de julho de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Categoria no Commons