Marhouma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Marhouma é uma vila na comuna de Tamtert,[1] no distrito de El Ouata, na província de Béchar, Argélia.[2] A vila situa-se no Oued Saoura, a 19 quilômetros (12 milhas) a noroeste de Tamtert e 18 quilômetros (11 milhas) ao sudeste de Béni Abbès. Notável por ser o lar de gravuras rupestres.[3]

Referências

  1. «Décret n° 84-365, fixant la composition, la consistance et les limites territoriale des communes. Wilaya d'El Oued» (PDF). Journal officiel de la République Algérienne,. 19 de dezembro de 1984. p. 1490. Consultado em 2 de março de 2013.. Cópia arquivada (PDF) em 2 de março de 2013 ou antes  Verifique data em: |arquivodata= (ajuda)
  2. «Marhouma, Algeria». Google Maps. Consultado em 14 de março de 2013. 
  3. André Poueyto; Philippe Guinet; Henriette Alimen (1952). «Nouvelles stations de gravures rupestres dans le Sahara occidental». Bulletin de la Société préhistorique de France, Volume 39, Issue 3. Persée Scientific Journals. pp. 129–130. Consultado em 14 de março de 2013.. Cópia arquivada em 18 de setembro de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Argélia, integrado ao Projeto África é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.