Mario Pitanguy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Mario Pitanguy (Rio de Janeiro, julho de 1979), é um professor de artes plásticas e escultor brasileiro radicado na capital fluminense onde estão algumas de suas principais obras, como o monumento que homenageia a bailarina Mercedes Baptista.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Após uma formação inicial num curso de desenho e pintura, formou-se na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro, dedicando-se à escultura como seu campo de atuação artística.[1]

A seguir fez estudos nos Estados Unidos com artistas como Richard Macdonald, Andrew Carlse e Stuart Williamson (este último do Museu Madame Tussauds), dedicando-se em trabalhos de arte figurativa, retratos e monumentos.[1]

Em 2014, durante a Copa do Mundo no Brasil realizou uma escultura do goleiro Lev Yashin para a "Casa da Rússia", versão em tamanho menor de trabalho que se encontra Parque Petrovsky de Moscou, próximo ao estádio do Dínamo; após o evento, foi transferida para o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.[2]

Já consagrado, seu trabalho é requisitado para realizações em todo o país, como na campanha que envolveu os torcedores do Grêmio, no Rio Grande do Sul, para a construção de monumento que homenageia o futebolista Renato Portaluppi, em 2017, então batizada como "Estátua do Homem Gol".[3]

Principais trabalhos[editar | editar código-fonte]

Estátua de Mercedes Baptista, região histórica do Porto, Rio.

Referências

  1. a b Institucional. «Mario Pitanguy Studio». Renata Cogui. Consultado em 15 de março de 2019. Cópia arquivada em 15 de março de 2019 
  2. Дмитрий ВОРОБЬЕВ (21 de junho de 2014). «No Rio de Janeiro, um monumento a Lev Yashin». Consultado em 15 de março de 2019. Cópia arquivada em 15 de março de 2019. Traduzido e adaptado, inclusive o título original (В Рио-де-Жанейро появился памятник Льву Яшину) do russo. 
  3. a b Jeremias Wernek (12 de março de 2017). «Gremistas criam campanha para fazer estátua de Renato na Arena». Esporte Uol. Consultado em 15 de março de 2019. Cópia arquivada em 15 de março de 2019 
  4. Ancelmo Gois (26 de setembro de 2016). «A Dança de Mercedes». O Globo. Consultado em 15 de março de 2019. Cópia arquivada em 15 de março de 2019 
  5. «Inauguração Busto Ulysses Guimarães». Câmara dos Deputados do Brasil. 7 de novembro de 2012. Consultado em 15 de março de 2019. Cópia arquivada em 15 de março de 2019 
  6. «PORTELA INAUGURA BUSTO DE MARCOS FALCON NESTA QUINTA-FEIRA». GRES Portela. 18 de outubro de 2017. Consultado em 15 de março de 2019. Cópia arquivada em 15 de março de 2019 
  7. Marisa Loures (28 de abril de 2013). «Diálogo com Brasília». Tribuna de Minas. Consultado em 15 de março de 2019. Cópia arquivada em 15 de março de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um escultor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.