Martim Pires Machado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Martim Pires Machado (1200 -?) foi um alcaide e nobre medieval do Reino de Portugal. Exerceu o cargo de Alcaide-mor do Castelo de Lanhoso.

Foi o primeiro da sua linhagem a utilizar o apelido Machado.[1] Deveu-se o facto ao querer prestar homenagem à Memoria de seu avo (D. Mem Moniz de Gandarei) romper com hum machado as Portas da mediaval cidade de Santarem.[2]

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de Pedro Mendes de Gandarei e de Elvira Martins de Riba de Vizela.[3] Casou com Maria Pires Moniz ou de Cabreira, filha de Pedro Moniz,[1] neta de D. Maria Moniz de Ribeira e, por esta, bisneta de Monio Osórez de Cabrera e sua mulher Maria Nunes de Grijó,[4] de quem teve:

Notas[editar | editar código-fonte]

[a] ^ Felgueira Gaio disse que esta Loba era filha de Gomes Nunes de Pombeiro, mas é cronologicamente impossível. Gomes Nunes morreu c. 1141 e casou com Elvira Peres de Trava antes de 1104.

Referências

  1. a b Sotto Mayor Pizarro 1987, p. 261.
  2. a b c Felgueira Gaio 1939, p. 62, Vol. XIX.
  3. Felgueira Gaio 1939, p. 61, Vol. XIX.
  4. Sotto Mayor Pizarro 1987, pp. 167–168.
  5. a b Sotto Mayor Pizarro 1987, p. 262.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]