Material sintético

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde julho de 2010).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Um short fabricado com náilon, um exemplo de material sintético.

Entende-se por material sintético um determinado material obtido artificialmente, ou seja, que contém substâncias desenvolvidas em laboratório e não extraídas diretamente da natureza.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1862, o metalúrgico Alexander Parkes fabricou um material duro que poderia ser moldado em formas diferentes. O Parkesine foi o primeiro material semissintético: surgia, assim, o primeiro plástico inventado pelo homem. Acrílico, polietileno, nylon, poliestireno são exemplos de materiais sintéticos usados de forma variada e utilizados em quase todas as áreas da vida humana.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.