Max Viana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde agosto de 2015). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Max Viana
Informação geral
Nome completo Max Frederico Viana
Nascimento janeiro de 1973 (44 anos)
Origem Rio de Janeiro, RJ
País  Brasil
Ocupação(ões) Músico
Instrumento(s) Vocal, guitarra

Max Frederico Viana (Rio de Janeiro, janeiro de 1973) é um cantor, compositor e guitarrista brasileiro. Entre suas influências musicais estão ritmos como jazz, soul music, black music, MPB e flamenco. Max é filho de Djavan.

Max abandonou a faculdade de Economia para estudar no Guitar Institute of Technology, em Los Angeles, onde obteve aulas do exímio guitarrista Scott Henderson.[1]

Ao retornar ao Brasil tocou com o cantor Edmon, gravou com Zé Ricardo, integrou a banda Sindicato Soul por três anos ao lado do vocalista Sérgio Loroza. Fez parcerias com Jair Rodrigues em canções como "Domingo de Verão" e "Prazer e Luz". Em shows de Bernardo Lobo, dividiu o palco com Chico Buarque, Milton Nascimento e Edu Lobo.[1]

Investiu em aulas de canto para defender as músicas que escrevia. Foi em 1998 a partir de Bicho Solto que Max passou a participar dos discos e shows do pai, foram três anos de estrada.

Nesse mesmo ano deu início a gravação do que viria a ser o seu primeiro disco solo No Calçadão, que devido às gravações de Milagreiro, de Djavan, teve de esperar até o ano de 2003. Quatro anos mais tarde gravou Com Mais Cor.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • No Calçadão (2003)
  • Com Mais Cor (2007)
  • Um Quadro de Nós Dois (2011)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.